NFL: Drew Brees aparece em vídeo de grupo anti-LGBT e repercute na Internet

O quarterback Drew Brees gravou para uma campanha “Traga sua Bíblia no dia da escola” para o Grupo Focus on the Family, que prega a “cura gay”

Anderson Lima
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução: Facebook Oficial / Focus on the Family

Repercutiu bastante na internet o vídeo em que o quarterback do New Orleans Saints aparece pedindo para que jovens levem a Bíblia e “compartilhem o amor de Deus com seus amigos”. Estranho, não? Mas a polêmica não veio do conteúdo do vídeo do Drew Brees, mas sim de onde foi veiculado.

O quarterback está sendo criticado, pois o vídeo pertence ao grupo evangélico norte-americano Focus on the Family (“Foco na Família”), também conhecido como FoF. O grupo foi contra a legalização do casamento gay nos Estados Unidos e pratica a “terapia de conversão” – uma espécie de “cura gay”.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Lançado na última quinta-feira (29 de agosto), o vídeo está disponível no Facebook e no YouTube, sendo compartilhado por igrejas que se declaram abertamente contra a comunidade LGBT, segundo a mídia norte-americana.

Veja o vídeo:

Join the Movement – Sign up Today!

Join Drew Brees as he encourages students to “live your faith and share God’s love” on #BringYourBible to School Day, Oct. 3. Click below to learn how your voice can be counted.

Posted by Focus on the Family on Thursday, August 29, 2019

Tradução: “Oi pessoal, Drew Brees aqui. Um dos meus versículos favoritos da Bíblia é 2 Coríntios 5:7 – “Nós vivemos da fé, não do que vemos”. Então, eu encorajo você a viver a sua fé, levando a sua Bíblia no Dia da Escola, dividindo o amor de Deus com seus amigos. Você não está só!”

Alguns apontam a incongruência de Brees “possivelmente ser anti-LGBT”, como certos fãs apontam. Um indício disso é a realização há nove anos de campanha contra bullying no programa da Ellen DeGeneres. A apresentadora, natural de New Orleans e assumidamente homossexual, convidou o quarterback a fazer a campanha veiculada no intervalo do seu programa. A ação anti-bullying aconteceu após vários casos de suicídio envolvendo adolescentes homossexuais, que tinham origem em bullying escolar.

Drew Brees ainda não comentou publicamente sobre o vídeo, que não tem a logomarca do “Focus on the Family”. Enquanto isso, as opiniões se dividem entre simpatizantes das ideias do grupo evangélico, que demonstram apoio ao quarterback; internautas desiludidos com a inclusão do atleta nas mídias do FoF e que acham que o atleta é a favor da cura gay e outras pautas anti-LGBT; e outros que preferem achar que Brees não sabia da veiculação e utilização da mensagem como foram feitas.

LEIA MAIS:
Guia da NFL: saiba tudo sobre a temporada 2019-20
NFL 2019: saiba quais serão os duelos da semana 1