Noah Lyles evita comparações com Bolt e revela o sonho de quebrar o record mundial dos 100 e 200 metros

Velocista de apenas 22 anos, Noah Lyles é a grande sensação mundial do Atletismo

Junior Azevedo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina, fanático por futebol e torcedor do Londrina Esporte Clube.

Crédito: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

O jovem velocista americano Noah Lyles, de 22 anos, é a grande sensação mundial do Atletismo nas provas de 100 e 200 metros. Com ótimos tempos, o atleta vem se preparando para disputar o seu primeiro Jogos Olímpicos, que será em Tóquio 2020.

Promissor, Noah Lyles tem a segunda melhor marca nos 100 metros em 2019, com 9,86 segundos na etapa de Xangai, na China, da Diamond League (Liga Diamante). Ainda nos 100 metros, Lyles também venceu a etapa de Zurique. Nos 200 metros, o jovem americano tem o melhor tempo de 2019 com 19,50 segundos, em Lausanne, na Suiça. Ainda em 2019, o atleta de 22 anos conquistou a etapa de Paris na prova dos 200 metros. Com isso, Lyles se tornou o primeiro atleta a vencer uma etapa dos 100 e 200 metros da Diamond League.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Encantando o mundo do Atletismo, o atleta vai disputar o Mundial de Doha, que tem início na próxima sexta-feira (27). Em entrevista ao site britânico Daily Mail, o Lyles evitou comparações com o astro Usain Bolt e revelou o sonho de quebrar os record mundiais do jamaicano.

“É sempre o mesmo, não é? Por que eu tenho que ser o próximo Usain Bolt? As pessoas têm que fazer melhor do que perguntar sobre isso o tempo todo. Eu? Sou o atual Noah Lyles, apenas isso”, afirmou o velocista.

“Quando as Olimpíadas de 2020 chegarem, eu vou ter 23 anos e quero quebrar o recorde mundial. Eu sei o que posso fazer. Estou me preparando muito para este momento”, acrescentou o jovem americano.

Com a ótima fase, Noah Lyles é apontado como favorito na etapa de Doha, do Mundial de Atletismo. Na competição, o jovem disputará apenas a prova de 200 metros, e vai em busca da sua primeira medalha em mundiais. Na prova, ele terá como principal rival o compatriota Christian Coleman. Na etapa de Xangai, da Diamong League, Lyles levou a melhor.

LEIA MAIS

Mundial de Doha terá maratonas na madrugada e eliminatórias no fim da tarde devido a altas temperaturas do Qatar

Brasil se prepara para o Mundial de Atletismo em Doha