Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Odair diz que juiz e Gaciba deveriam dar coletiva em seu lugar; dirigente fala em “vergonha” e solta palavrão

Entrevistas coletivas pós-jogo indicaram toda a irritação do Inter com a arbitragem de Luiz Flávio de Oliveira

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Ricardo Duarte/Inter

O Inter saiu revoltado do Maracanã na noite desta quarta-feira. Após perder por 3×1 para o Flamengo, pelo Brasileirão, o colorado se sentiu no direito de protestar veementemente contra o árbitro Luiz Flávio de Oliveira e contra o chefe de arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba.

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Logo no primeiro tempo, o Inter teve dois jogadores expulsos: Bruno e Guerrero. As principais reclamações giram em torno do rigor da expulsão do lateral-direito no pênalti em Gabigol e de um um suposto pênalti não dado de Rodrigo Caio em Guerrero – o centroavante, em seguida, chocou-se de cabeça com Caio, sangrou, fez gestos ofensivos e ganhou vermelho.

Odair, logo na abertura de sua coletiva, disse que Luiz Flávio e Gaciba é que deveriam dar explicações.

“Vocês sabem que eu adotei no início do trabalho falar sobre arbitragem e depois passei quase um ano sem falar. Só que hoje aconteceu um fato inédito. Quem deveria estar aqui dando explicação e o Gaciba e o Luiz Flávio”, disparou o treinador, que acrescentou:

“Temos que conversar com o Luiz Flávio pra ver o que ele fez no jogo. Vou te falar o que eu acho: pênalti no Gabriel. Não sei se é pra cartão vermelho. Ele trocou, deu primeiro o amarelo. O VAR não foi usado, veio passear hoje no Maracanã. Depois, o Guerrero sofre a falta mas não vê que o rosto está sangrando. Quando ele enxerga o sangue aí ele sai fora, se exalta. O que eu posso dizer é que lamentamos muito a derrota, só que a partir do 1×0 não sou eu mais quem tem que explicar. É o Gaciba e o Luiz Flávio”.

Dirigente detona Gaciba

Antes de Odair, quem falou em nome do Inter foi o vice de futebol, Roberto Melo. Ele subiu o tom nas reclamações e esbravejou contra Leonardo Gaciba.

“O que eu queria falar é muito mais do que eu posso. O que aconteceu aqui foi uma vergonha. Seu Gaciba é espalhafatoso. Enquanto ele estiver na CBF, eu não pretendo ir. Hoje, não precisava ter tido despesa com VAR aqui. O Gaciba faz palestras, foi lá no Beira-rio, conversou com a gente, mas nada aconteceu como combinado. Ele c.. regra, mas parece um ator, pra mim só quer se aparecer”, detonou.

Ainda em 4° com 36 pontos, o Inter recebe o Palmeiras no domingo.

LEIA MAIS:

Uendel vê Inter ainda “vivo” e questiona expulsão de Guerrero: “Normal ficar nervoso”

Renato relembra provocação do Santos no 1° turno e devolve: “O nó tático foi aqui hoje”

André tira onda com o Inter após derrota colorada na final da Copa do Brasil: “Vizinha, chora não”

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram