Oswaldo de Oliveira é demitido do Fluminense

Oswaldo deixa o Fluminense depois de apenas sete jogos e um baixo aproveitamento de 38,1% neste período

Bruno Barbato
Colaborador do Torcedores

Crédito: Lucas Merçon - Fluminense

O técnico Oswaldo de Oliveira não é mais o técnico do Fluminense. O treinador foi desligado na manhã desta sexta-feira (27), após reunião com os dirigentes do clube. A decisão foi tomada após o empate contra o Santos. A reação explosiva do treinador contra torcedores e contra Paulo Henrique Ganso deixou a relação insustentável.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Participaram da reunião o presidente Mário Bittencourt, vice-geral Celso Barros e o diretor de futebol Paulo Angioni. Oswaldo deixa o Flu depois de sete partidas no comando da equipe carioca. Foram apenas duas vitórias, contra Fortaleza e Corinthians, além de outros dois empates, contra Corinthians e Santos, e outras três derrotas para as equipes do Avaí, Palmeiras e Goiás.

Oswaldo deixa o Fluminense fora da zona de rebaixamento. O Tricolor das Laranjeiras ocupa a 16ª posição na tabela de classificação do Brasileirão com 19 pontos conquistados em 21 rodadas. O clube carioca emitiu nota oficial sobre a demissão: “O Fluminense FC desligou, na manhã desta sexta-feira (27/09), o técnico Oswaldo de Oliveira. O auxiliar técnico Marcão comandará a equipe na partida contra o Grêmio, domingo (29/09), no Maracanã, ao lado do Coordenador Técnico do Sub-20 Ailton Ferraz”.

LEIA MAIS

Ganso xinga Oswaldo de Oliveira após ser substituído contra o Santos; assista