Pagamento igualitário no futebol feminino é tema de encontro entre Trump e Infantino

Presidente os Estados Unidos e presidente da Fifa se reuniram na Casa Branca. Melhorias no futebol feminino e preparativos para a próxima Copa do Mundo foram discutidos

Jéssica De Paula Alves
Jornalista amapaense migrada em Belo Horizonte (MG). Nascida em março de 1990, é gremista e adora esportes desde a infância. Faixa branca em jiu-jitsu, também é fã de rock e ama unir suas paixões.

Crédito: Getty Images

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se reuniu nesta terça-feira (10) com o presidente da Fifa Gianni Infantino para falar sobre as melhorias no futebol feminino. Incluindo a igualdade no pagamento de salários. Além disso, o encontro tratou sobre os preparativos da Copa do Mundo de 2026. O torneio será sediado pelos Estados Unidos, em conjunto com Canadá e México.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Pela quarta vez, a seleção feminina do futebol dos Estados Unidos venceu a Copa do Mundo. Desde então, questões de igualdade salarial passaram a ter muitas discussões no país, informou o site ESPN.

“Ele [Gianni Infantino] é o maior homem do futebol e nós somos, como provavelmente vocês sabem, quem vai receber a Copa do Mundo de 2026.Parte importante disto é uma parceria com México e Canadá, os Estados Unidos receberá uma grande porcentagem dos jogos e estamos muito animados com isso. Além disso, Infantino e eu acabamos de ter uma reunião sobre o futebol feminino. E o que todo mundo está fazendo para tornar isto melhor, ainda mais justo, etc”, disse Trump.

O presidente da Fifa disse que espera fazer com que a Copa do Mundo de 2026 seja o maior evento social de todos os tempos e agradeceu muitas vezes.

“Bem, de fato é fantástico estar aqui e aumentar ainda mais o futebol neste país, este esporte que é o esporte mundial número 1. A Copa do Mundo começa em 2026, aqui, mas já começamos agora. É o maior evento de todos os tempos. São mais de quatro bilhões de espectadores em todo o mundo e faremos dele não apenas o maior evento esportivo, mas o maior evento social que veremos”, falou. “O futebol, que é uma grande parte deste país e o futebol feminino que é o atual campeão. Tem muito o que ser feito”, disse Gianni.

De acordo com o site, em breve eles anunciarão novas medidas

LEIA MAIS

Entenda o que rolou entre Rapinoe e Donald Trump