Paysandu terá pelo menos duas mudanças no time titular para o jogo decisivo contra o Náutico

Time bicolor vai decidir o acesso à Série B 2020 fora de casa, no próximo domingo (8)

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 27 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Jorge Luiz/Ascom Paysandu

Após 19 jogos, chegou a hora do Paysandu decidir se vai conquistar o acesso à Série B 2020, ou permanecer na Terceira Divisão do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (8), o time bicolor visita o Náutico, no estádio Aflitos, a partir das 18h.

Para o duelo contra a equipe pernambucana, o clube paraense terá o retorno de Micael, zagueiro que cumpriu suspensão. A presença do defensor no time titular foi confirmada por Hélio dos Anjos, técnico do Paysandu.

Além disso, o time alviceleste trabalha na recuperação de Perema. O jogador não enfrentou o Náutico no último domingo (1) por questões clínicas.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

Quer ver a Série C de graça por 1 mês? Conheça DAZN Brasil!

“Micael retorna normal (ao time titular). O Perema melhorou muito. Criamos situação de jogo para ele fazer e ainda estava sem confiança, mesmo nos exames de imagem não dando praticamente nem edema (inchaço muscular)”, declarou Hélio dos Anjos, em entrevista coletiva.

“A gente em que respeitar o limite de todo jogador, a confiança. Nós acreditamos que ele vai progredir, aí a gente vai definir. Vamos levar 22 jogadores e o Perema vai estar na relação”, acrescentou.

O Paysandu ainda terá o desfalque de Léo Baiano, suspenso após acumular três cartões amarelos. O volante foi titular no último fim de semana. Hélio dos Anjos tem dois nomes em mente para substituir o jogador.

“Há a possibilidade do Wellington (Reis) ou o Caíque (Oliveira) de volante junto do Uchôa”, completou.

Leia também:

CBF oficializa mudanças em jogos do Paysandu pelas quartas da Copa Verde; veja o novo calendário

Remo planeja até duas contratações e projeta “chance de redenção” contra o Paysandu na Copa Verde