Saiba qual o próximo jogo do Fluminense após o empate com o Santos

Em jogo movimentado e repleto de polêmicas, Fluminense empata com o Santos no Maracanã e sai da zona de descenso

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/ Twitter oficial Santos FC

O Fluminense recebeu o Santos na noite desta quinta (26), no estádio do Maracanã, pela 21ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, e empatou pelo placar de 1 x 1, em jogo bastante disputado e polêmico, com três expulsões e discussão ríspida entre o meia Paulo Henrique Ganso e o técnico Oswaldo de Oliveira.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Os gols da partida foram assinalados no primeiro tempo. O atacante Soteldo marcou para o Peixe aos 39 minutos e o zagueiro santista Lucas Veríssimo fez contra já nos acréscimos, igualando o marcador. Com o resultado, o time carioca chegou aos 19 pontos e deixou a zona de rebaixamento ocupando o 16º lugar, enquanto a equipe paulista se manteve na terceira colocação com 38 pontos.

Os zagueiros Digão e Frazan, do Fluminense, e o atacante Marinho, do Santos, foram expulsos. Mas o destaque da partida ficou por conta do forte “bate-boca” entre Ganso e Oswaldo de Oliveira, após o meia ser substituído por Daniel aos 18 minutos do segundo tempo. Houve troca de xingamentos de ambas as partes e a torcida tricolor ficou do lado do jogador.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Próximo jogo

O Fluminense volta a campo na tarde do próximo domingo (29) contra o Grêmio, pela 22ª rodada do Brasileirão. O clube gaúcho também jogou na noite desta quinta (26) e goleou em sua Arena o Avaí por 6 x 1, ocupando a sétima posição com 34 pontos, a um do São Paulo, que é o primeiro time do G6.

Fluminense x Grêmio – 22ª rodada da Série A do Brasileirão

Data e horário: Domingo, 29 de setembro, às 16h00

Local: Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, no Rio de Janeiro

LEIA MAIS

Fluminense x Santos: assista aos gols da partida pelo Brasileirão

Colunista do Torcedores, Arnaldo Ribeiro critica trabalho de Cuca e diretoria do São Paulo: “Nem Guardiola daria jeito”