Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Real Madrid e Barcelona podem se complicar por novo regulamento da Euroliga

A nova regulamentação de estabilidade financeira e fair play visa a sustentabilidade a longo prazo dos clubes, garantir maior transparência e melhores critérios de avaliação do orçamento do clube

Gabriel C. Gregório
Colaborador do Torcedores

Crédito: Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images

A Euroliga aprovou novas regras de fair play e estabilidade financeira. A regra mais importante é a que estabelece uma redução de contribuição de seus acionistas e/ou patrocinadores que hoje gira em torno de 65% e será reduzida até 40% na temporada 2022/23.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Para Real Madrid e Barcelona isso pode gerar grandes multas, já que ambas as equipes terão que buscar novas fontes de renda e não depender somente do futebol em sua receita. As penalidades variam entre 10% e 180% da contribuição que exceder 65% neste ano.

O mais interessante é que o dinheiro arrecadado com penalidades será dividido entre as outras equipes participantes da Euroliga e Eurocup, o que ajudaria a tornar os campeonatos mais competitivos.

Lembrando que esta não é a primeira vez que a Euroliga estabelece sanções visando mais transparência e melhores critérios de orçamento dos clubes, CSKA e Olympiakos já sofreram sanções na temporada e o Panathinaikos está sendo investigado para que cumpra as regras de estabilidade financeira e fair play.

LEIA MAIS

Liga ACB: confira reflexões de treinadores da maior competição do basquete espanhol

Basquete: Edy Tavares, do Real Madrid, bate a cabeça no teto do vestiário antes de partida