Samuel Xavier supera Fagner e Victor Ferraz e é o lateral-direito com mais passes no Brasileirão

Samuel Xavier vem sendo um dos destaques do Ceará na edição 2019 da competição nacional

Rafael Alaby Martins Ferreira
Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Crédito: Foto: Rafael Alaby/Torcedores.com

Titular sob o comando de Enderson Moreira, Samuel Xavier aparece como o lateral-direito com mais passes no Brasileirão, segundo o Footstats.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

São 744 passes, número superior ao santista Victor Ferraz (730), ao palmeirense Marcos Rocha (722) e ao corintiano Fagner (677). Esse último vem sendo convocado com frequência pelo técnico Tite na seleção brasileira.

Xavier atuou em 16 dos 18 jogos disputados pelo Vozão até o momento no Brasileirão. Após o empate contra o Corinthians, no último sábado, em Itaquera, o lateral comentou a marca de passes e destacou o seu empenho nos treinos.

“Muito bom. O trabalho está sendo bem feito. O professor tem me dado a responsabilidade em armar a equipe, mesmo sendo lateral. Tenho treinado muito bem e graças a Deus tenho colhido nos jogos o que venho plantando nos treinos”, disse Samuel Xavier ao Torcedores.com.

O jogador de 29 anos chegou ao Ceará em maio do ano passado emprestado pelo Sport. No fim do ano, ele foi adquirido em definitivo pelo Vozão e assinou contrato por duas temporadas.

Xavier volta a campo, neste sábado, às 21h, contra o Botafogo, no Castelão, em jogo válido pela última rodada do primeiro turno da competição nacional.

Os laterais-direitos com mais passes segundo o Footstats

1 – Samuel Xavier (Ceará) – 744

2 – Victor Ferraz (Santos) – 730

3 – Marcos Rocha (Palmeiras) – 722

4 – Fagner (Corinthians) –  677

5 – Leonardo Gomes (Grêmio) – 551

VEJA TAMBÉM:

Brasileirão 2019 teve mais de 70 mudanças na tabela no primeiro turno; veja todas

Visão de repórter: o dia em que o gol olímpico de Leandro Carvalho calou a Arena Corinthians