Série C: David Luiz conta histórias hilárias de quando disputava a competição

David Luiz, grande jogador brasileiro, atualmente no Arsenal, conta em entrevista as “poucas e boas” que passou quando disputava o Brasileirão Série C

Anderson Lima
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução / DAZN

A carreira de David Luiz começou no Vitória e ele relembrou algumas histórias do Brasileirão Série C de 2006. “Tive inúmeras histórias legais na Série C. Era meu começo no futebol”, diz o atleta.

“Sou eternamente grato por tudo que o Vitória fez por mim”, reconhece o zagueiro. Iniciando sua carreira ainda no juvenil do Leão da Barra, foi onde firmou-se quando entrou no time profissional.

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!!

David Luiz conta que, apesar de bastante diferença entre a Terceira Divisão e o Campeonato Inglês, o sentimento é o mesmo: “O amor que eu sentia em jogar lá era o mesmo que eu sinto em jogar hoje futebol”. E contou algumas histórias hilárias sobre o ocorrido.

Belém às 10h da manhã, com mais de 40 graus

Terceira fase da Série C 2006, grupo com Vitória, Treze-PB, Tuna Luso-PA e River-PI. E foi contra o Tuno Luso fora, que foi um dos maiores apuros de David Luiz. O jogo era em Belém, às 10 horas: “Tava 41 graus e sensação de 50. O Apodi jogava comigo, era muito rápido. Ele deu dois piques com 10 minutos e eu já tava caído no chão com muito calor, quase desmaiando”. A partida terminou em 3 a 2 para os mandantes.

Torcida-fantasma no Piauí

Contra o River no Piauí, na mesma fase: algo bizarro acontece. “A gente vai aquecer, não tem ninguém no estádio. Quando a gente foi pro vestiário, começa a ouvir uma torcida. Quando a gente saiu, não tinha ninguém, eles colocaram o som da torcida nos alto-falantes, pra fazer o ambiente”, diz David.

Acesso que atrapalhou David Luiz

Ao final da Série C, formava-se um grupo de 8 times e havia jogos de ida e volta. Os quatro melhores de pontuação conseguiriam o acesso. O Vitória já estava garantido com duas rodadas de antecedência.

Por não ter necessidade de treinar, o Rubro-negro baiano foi mal e sobrou pro David Luiz: “Fui vendido para o Anderlecht [clube belga], quando eu estava na Série C. Mas como a gente já tinha subido de divisão, a gente não tava mais treinando. Quando a gente jogou contra o Criciúma, perde por 6 a 0 e o Anderlecht desiste da minha contratação”, conta o zagueiro.

Mensagem

David Luiz passa uma mensagem aos atuais jogadores da Série C. “Continue lutando, batalhando, amando o futebol porque quem manda nos nossos propósitos é Deus, mas quem vai em busca deles, somos nós”, finaliza o atleta. Confira o vídeo da entrevista:

LEIA MAIS:
Confiança, Juventude, Náutico e Sampaio Corrêa; confira as campanhas dos semifinalistas da Série C 2019
Série C: CBF divulga datas e horários das semifinais da terceira divisão