Silvana Lima leva o segundo lugar no ISA Games em Miyazaki; Tati fica em sexto

A brasileira Silvana Lima chegou perto do título do ISA World Surfing Games nesta terça-feira (10) em Miyazaki, Japão.

Aline Simon
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução (ISA/Evans)

Em ondas de meio metro e séries pequenas, Silvana Lima ficou com a medalha de prata na batalha vencida pela peruana Soa Mulanovich. Também concorreram à final a sul-africana Bianca Buitendag, terceira colocada, e a norte-americana Carissa Moore, que ficou em quarto.

Durante o confronto, Soa chegou a perder alguns minutos depois de ter a cordinha quebrada e buscar a prancha na areia. A peruana retornou ao outside e viu Silvana, que até então tinha 2.77 e 7.60, bater na trave com 5.17, pulando da quarta para a segunda posição.

Porém, o dia era mesmo da ex-Top da elite mundial, que pegou uma boa esquerda para trocar 5.67 por 7.20, disparando de vez na liderança com 13.80 pontos. “Sinto como se estivesse em um sonho. É muito bom ganhar esta medalha, especialmente contra as melhores atletas do mundo”, comemora Soa, campeã do mesmo ISA Games em 2004. “Esse ouro significa muito para nós peruanos. Acabamos de ganhar duas medalhas nos Jogos PanAmericanos e vencer aqui confirma essa ascensão do surfe latino-americano. Viemos para ficar!”, acrescenta.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Tati Weston-Webb em sexto

Antes de superar Silvana Lima na finalíssima, Soa Mulanovich frustrou a torcida brasileira ao impedir uma dobradinha verde-amarela na última bateria da da chave principal, deixando Silvana em segundo e Tatiana Weston-Webb em terceiro.

No mesmo confronto, Bianca Buitendag terminou em quarto e foi para a repescagem junto com Tati. A nova chance deu certo para a sul-africana, mas não para a brasileira, que terminou em quarto lugar, atrás de Bianca (1a), Carissa Moore (2a) e Sally Fitzgibbons, que perdeu a segunda posição para Carissa nos instantes finais.

Resultado final:

1 Soa Mulanovich (PER)
2 Silvana Lima (BRA)
3 Bianca Buitendag (AFR)
4 Carissa Moore (EUA)

Leia mais: Com jeans e prancha emprestada, Ítalo Ferreira leva bateria entrando aos 9 minutos finais

WSL anuncia a Challenger Series, um novo nível de competição

Brasileiras se destacam no ISA World Surfing Games, no Japão