Tênis: brasileiro é banido do esporte por venda de resultados

Além do banimento, Diego Matos, atleta brasileiro do tênis de duplas, é multado em cerca de R$ 500 mil

Cleverton Silva
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Facebook

O tenista brasileiro Diego Matos foi banido do esporte pela Tennis Integrity Union (TIU). O Gaúcho de 31 anos é o atual 343 do mundo em duplas, e além do banimento do tênis, terá que pagar cerca de R$500 mil reais à entidade que investiga casos de manipulação dentro da modalidade.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Além dos R$ 500 mil, Diego terá que devolver os US$ 12 mil que ganhou com as apostas em que estava envolvido, segundo as investigações. O tenista pode estar envolvido em manipulação de jogos da Federação Internacional de Tênis em países como Brasil, Equador, Espanha, Portugal e Sri Lanka, todas em 2018.

Diego Matos estava suspenso desde dezembro de 2018, de forma preventiva, para que o caso pudesse ser investigado. Cobrado por mais explicações sobre os casos pela TIU, Diego Matos se negou a cooperar, não entregando seus registros telefônicos e comprovantes de renda, sendo assim, considerado culpado.

Agora, com o banimento, o tenista está proibido de “disputar nem assistir a qualquer competição organizada ou reconhecida pelas autoridades”, segundo comunicado da entidade. O processo não cabe recurso.

Nas duplas, Diego Matos alcançou como seu máximo a posição de número 241 no ranking mundial em dezembro de 2018. No simples, o tenista chegou apenas ao 580º posto, em abril de 2012.

LEIA MAIS