Torcedor do Cruzeiro usa vídeo que propagava homofobia para se declarar ao namorado

Vídeo que mostrava casal assistindo ao jogo do Cruzeiro no Mineirão foi distribuído em grupos homofóbicos de torcedores, que fizeram ameaças aos jovens. Um dos torcedores filmados fez a declaração nesta quinta-feira (10)

Jéssica De Paula Alves
Jornalista amapaense migrada em Belo Horizonte (MG). Nascida em março de 1990, é gremista e adora esportes desde a infância. Faixa branca em jiu-jitsu, também é fã de rock e ama unir suas paixões.

Crédito: Reprodução/Twitter

Um vídeo filmado no dia 1º de setembro  no Mineirão, que propagava homofobia em grupos de Whatsapp virou uma declaração de amor nesta quinta-feira (10) nas internet. A cena mostra um casal de torcedores do Cruzeiro trocam carinhos na arquibancada, durante o jogo entre a Raposa e o Vasco. Mas Yuri Senna, um dos protagonistas da cena, usou o vídeo para declarar seu amor ao namorado, Warley Silva.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“Ontem usaram esse vídeo para propagar homofobia, hoje eu uso pra dizer o quanto eu te amo. @WarleyJSilva19 vc é o cara que chegou na minha vida pra afirmar o quando o amor vale a pena, e o quanto faz bem. Obrigado por ser o melhor namorado que eu poderia ter, o melhor amigo, cúmplice das melhores zueiras. Te amo muito”, escreveu em uma sequência de mensagens .

Contudo, Yuri ainda agradeceu ao torcedor que registrou a cena. “Obgdo al homofobico que gravou esse vídeo, agora ele é uma declaração de amor eterna”, assim disse.

Ainda nesse jogo, a torcida do Cruzeiro entoou um canto homofóbico contra o casal. Em entrevista ao site BHAZ, no dia 4 de setembro, Yuri disse que, contudo, é “um cruzeirense apaixonado”, e sempre vai ao estádio.

“A pessoa disse que ‘esse tipo de coisa não é aceitável no estádio’, que teriam que ‘dar um jeito. Fui porque o Mineirão está fazendo uma parceria com uma ONG que eu trabalho, aí a ação apareceu no telão, foi o lançamento do vídeo, fui lá só para prestigiar mesmo. Estava com o meu namorado, que também é cruzeirense, e trabalha nessa ONG”, relatou.

Apoio

A publicação de Yuri gerou diversos comentários de apoio ao casal. “Não vou deixar que qualquer tipo de pessoa tire o quão incrível foi esse dia pra nós. Te amo! 💙💙💙”, respondeu posteriormente o namorado Warley.

A partida foi o primeiro jogo do clube, no Mineirão, após o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) proibir a prática dentro dos estádios de futebol.

LEIA MAIS

Partido político crítica punição à homofobia nos estádios: “Pretexto moral para destruir o futebol”