Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

UFC México: Jeremy Stephens e Yair Rodriguez causam confusão em hotel após confronto

Os dois lutadores tiveram uma discussão acalorada no hotel onde ambos estavam hospedados

Brendo Romano
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Michael Reaves/Getty Images

A luta principal do UFC México, entre Jeremy Stephens e Yair Rodriguez durou apenas 15 segundos, mas o combate quase teve continuação no hotel onde os lutadores estavam hospedados.

O duelo precisou ser interrompida após uma dedada de forma involuntária de Rodriguez nos olhos adversário, pois o americano não conseguia dar sequência ao combate. O mexicano por sua vez, se mostrou insatisfeito com o encerramento da luta, o que ajudou a piorar o clima de insatisfação dos fãs presentes no local.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Segundo Stephens, Yair o encontrou no hotel e por pouco, não deram prosseguimento ao duelo fora do octógono. “Eu achei que ele estava tentando ser um cavalheiro. Ele começou a falar m… para mim. Eu estava como: ‘irmão eu não sou de uma escola de caratê, eu sou das ruas. Estou aqui para lutar, para te matar’. Imediatamente minha mentalidade era ‘se afaste, c***. Então, eu o empurrei”, disse o lutador americano.

Rodriguez,  em comunicado à ESPN, disse que se aproximou de seu rival de forma amigável, apenas para saber sobre seus olhos. O mexicano disse então, que após saber que o americano estava bem, ele o questionou sobre os motivos para a interrupção da luta, já que a lesão parecia não ser grave.

O americano informou ainda que nenhuma lesão grave foi constatada em seus olhos pelos médicos inicialmente. E ainda declarou que pretende retomar o confronto diante do mexicano o mais breve possível, ele citou as etapas do UFC em Boston  (ocorre dia 18 de Outubro), Nova York (2 de novembro) e Washingtn D.C (7 de dezembro) como possíveis datas para uma revanche diante e Yair Rodriguez.

LEIA MAIS: 

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

Cyborg admite chance de conversar com UFC para ter revanche com Amanda Nunes