US Open bate recordes de público e audiência nos Estados Unidos

Major de Nova York, que teve o encerramento com a final masculina, alcançou importantes marcas

Felipe Gomes da Costa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/Facebook US Open Tennis Championships

Neste domingo (08), o US Open, último Grand Slam de tênis no ano, teve o encerramento da edição de 2019 em grande estilo. Em partida de quase 5h de duração, o espanhol Rafael Nadal (número dois do mundo) venceu o russo Daniil Medvedev (quatro do ranking) por 3 sets a 2, e conquistou a chave masculina. A organização do torneio, porém, não tem motivos para comemorar apenas com base nas grandes partidas que foram disputadas. Fora das quadras, os resultados obtidos com público presente e com audiência televisiva bateram recordes, superando as expectativas iniciais.

Esporte de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!!

Recorde de público no US Open

A edição de 2019 do US Open alcançou recorde de público em Flushing Meadows. De acordo com dados veiculados pelo site Máquina do Esporte, do UOL, os jogos disputados nas duas semanas do evento reuniram um total de 737.872 espectadores.

Outra marca importante foi observada na quadra principal. Das 24 sessões realizadas no Arthur Ashe Stadium, 23 tiveram ingressos esgotados.

Audiência televisiva

De acordo com a revista online Deadline, a audiência da ESPN também alcançou marcas expressivas. Nos dados apurados pelo veículo digital, a emissora norte-americana teve média de 2,7 pontos na final feminina, que contou com vitória da canadense Bianca Andreescu (atual cinco do ranking) sobre a tenista da casa Serena Williams (nove do mundo). O pico de audiência registrado foi de 3,9 pontos. No ano passado, a decisão da chave feminina obteve o recorde anterior, com 2,4 pontos.

Os números da final masculina ainda não foram definidos. A expectativa, porém, é de novo recorde.

Leia mais: Djokovic parabeniza Nadal por título do US Open: “Incrível espírito de luta e determinação”

Nadal comenta proximidade de recorde de Federer: “O que dá felicidade é a satisfação pessoal”

Nadal vence batalha de 5h contra Medvedev e conquista US Open pela quarta vez