Vasco mira criação de time de esport em PUBG, Free Fire e outras modalidades

Projeto para entrar no cenário do esporte eletrônico seria dividido em etapas

Filipe Carbone
Colaborador do Torcedores

Crédito: (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

O Vasco pode se tornar mais uma equipe tradicional de futebol a entrar no cenário dos esports. Isso porque o clube estaria mirando na criação de equipe de PUBG, Free Fire, Clash Royale e PES. As informações, apuradas  pela ESPN Brasil, indicam que o clube também planeja a criação de um CT em busca de novos talentos.

A entrada da equipe nos esportes eletrônicos, no entanto, não chega a ser uma novidade. Há mais ou menos um ano o Vasco havia assinado uma carta com o intuito de participar da League of Prefessional Esports (LPE). Entretanto, o projeto estava parado desde então, pelo menos até o momento.

De acordo com a ESPN, a entrada do clube no cenário seria dividido em etapas. Além da criação de equipes em PUBG, Free Fire, Clash Royale e PES, a etapa seguinte seria a construção de um Centro de Treinamento. Localizado em São Januário, o local seria construído por meio de uma parceria. A ideia é que o clube receba 500 jovens por mês para se tornar um formador de atletas de esport.

Por fim, o Vasco planeja promover campeonatos de esport. O objetivo seria realizar pelo menos cinco torneio por ano. Todos de forma digital, o propósito seria semelhante ao CT: revelar novos atletas com potencial de se tornarem pro players. Além disso, seria uma forma de chamar a atenção dos torcedores, principalmente os mais jovens.

Custo do Vasco no esport

O custo total da operação também já teria sido calculado. Cerca de R$ 223,6 mil seria destinados aos salários das equipes masculinas e femininas de PUBG Mobile, time masculino de Free Fire, um jogador de Clash Royale e um jogador de PES. Por outro lado, R$ 115.560 será para o projeto seguir funcionando. Por fim, o Vasco iria gastar R$ 27,9 mil com cinco torneio de esport que almeja realizar.

Contudo, o clube também mostrou que pensou em uma forma de arrecadar com o esporte eletrônico. A reportagem da ESPN Brasil também aponta que o clube planeja criar uma categoria de sócio-torcedor exclusiva para o esport. Com mensalidade de R$ 15, o Vasco pretende arrecadar R$ 60 mil em um ano. Além disso, também há a previsão de que o clube conquista R$ 21,6 mil de retorno com streaming, além de R$ 284 mil em três tipos de patrocínio.

LEIA MAIS

The Last of Us 2 terá cinco edições diferentes

Joel e The Last of Us 2 dominam Trending Topics no Twitter