Há 57 anos, o Santos goleava o Benfica por 5 x 2 e era campeão mundial pela primeira vez

Jogando pelo empate após vencer no Maracanã, o Santos foi a Lisboa e conquistou o título histórico sobre o Benfica, então bicampeão europeu; veja os gols

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/ Santos FC

Na noite de quinta-feira dia 11 de outubro de 1962, há exatos 57 anos, o Santos de Zito, Coutinho, Pelé e Pepe goleou o Benfica por 5 x 2, jogando no Estádio Da Luz, em Lisboa, diante de mais de 70 mil espectadores, e se tornou campeão do mundo pela primeira vez.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

O clube português disputou o troféu interclubes após ter se consagrado bicampeão europeu sobre o Real Madrid, de Puskás e Di Stéfano, com vitória por 5 x 3 na decisão ocorrida em Amsterdã, na Holanda, enquanto o Peixe foi campeão da Copa Libertadores da América diante do Peñarol por 3 x 0, na final realizada no estádio Monumental de Nuñez, na Argentina.

O primeiro jogo das finais entre Santos e Benfica aconteceu no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, com mais de 90 mil torcedores presentes, e o Santos venceu pelo placar de 3 x 2, com dois gols de Pelé e um de Coutinho. Com o resultado, a equipe brasileira passou a ter a vantagem do empate e, em caso de triunfo dos portugueses por qualquer placar no jogo da volta, seria realizada uma terceira partida.

No entanto, o Alvinegro da Vila Belmiro não só venceu mais uma vez, como encantou e goleou os “Encarnados” (como chamavam na época o Benfica) pelo placar de 5 x 2, com gols de Pelé (três vezes), Coutinho e Pepe.

Siga o Torcedores também no Instagram!

Para historiadores, dirigentes, jornalistas e torcedores que marcaram presença no Estádio Da Luz há 57 anos, aquela decisão contra o então bicampeão da Europa foi a maior exibição do time do Santos em toda a sua história.

O confronto final teve tamanha importância que o programa de rádio oficial do governo brasileiro “A Voz do Brasil”, criado pelo presidente Getúlio Vargas em 1935, pela primeira vez mudou seu horário de transmissão para que a população pudesse acompanhar ao vivo a histórica conquista internacional de um clube de futebol do país.

O Santos campeão mundial de 1962 jogou com Gilmar, Olavo Martins, Mauro e Dalmo; Calvet, Zito, Dorval e Lima; Coutinho, Pelé e Pepe. O treinador era Luiz Alonso Peres, o Lula.

LEIA MAIS

Lucas Veríssimo analisa momento no Santos, ensinamentos táticos de Sampaoli e desejo de defender a Seleção Brasileira

Papo Tático: Santos aplica conceitos de Jorge Sampaoli com eficiência e subjuga o Palmeiras na Vila Belmiro

Ataque, defesa, aproveitamento… veja os melhores times da Série A em 2019 após a 24ª rodada do Brasileirão