Adversário inédito do Brasil, Senegal surpreendeu o mundo ao bater a seleção francesa na Copa de 2002; relembre

Em sua estreia na Copa do Mundo de 2002, a seleção senegalesa superou a França por 1 a 0 em partida que entrou para a história da competição

Luis Felipe Pereira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/ Youtube

Brasil e Senegal se enfrentam pela primeira vez na história (levando em consideração jogos da categoria principal) em amistoso nesta quinta-feira (10), às 9h (de Brasília), no Estádio Nacional de Singapura. A seleção senegalesa vem se destacando nos últimos anos no cenário do futebol africano e mundial, somando duas participações em Copas do Mundo. Na primeira delas, em 2002, surpreendeu a todos ao bater a então campeã França por 1 a 0 na estreia. Relembre esta vitória marcante na maior competição de seleções do planeta.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Senegal e a campanha histórica em 2002

A Copa do Mundo de 2002, realizada na Coreia do Sul e no Japão, foi marcada por vários resultados surpreendentes e pelo brilho de algumas seleções rotuladas como “zebras”. Entre estas surpresas estava Senegal, que participava pela primeira vez do Mundial e teria pela frente um a França, campeã da última edição do torneio, além dos tradicionais Uruguai e Dinamarca pelo grupo A.

França 0 x 1 Senegal

A estreia aconteceu justamente contra os franceses, amplamente favoritos para a partida e para avançar na chave. Contando com grandes nomes como Vieira, Trezeguet, Henry e Thuram, os europeus dominaram o jogo, mas não conseguiram reverter sua superioridade em gols, abrindo espaço para um dos acontecimentos mais inesperados da história do futebol mundial.

Com uma equipe veloz e armada para o contra-ataque, a seleção senegalesa chocou o mundo aos 30 minutos do primeiro tempo daquele emblemático duelo. Em jogada rápida, Diouf fez grande jogada pela esquerda e cruzou para Papa Dioup completar para o fundo das redes do goleiro Barthez, decretando um triunfo histórico para o país africano e todo o continente.

A melhor campanha de Senegal em Copas do Mundo não pararia por aí. Nos jogos seguintes da fase de grupos, dois empates contra Dinamarca (por 1 a 1) e Uruguai (por 3 a 3) garantiram a equipe no mata-mata. Nas oitavas, a Suécia foi a vítima dos senegaleses, que venceram por 2 a 1 e só foram eliminados pela também surpreendente Turquia, que venceu por 1 a 0 com o extinto gol de ouro na prorrogação das quartas de final.

Mané e a nova geração senegalesa

Contando com jogadores de destaque em grandes ligas como Sadio Mané, do Liverpool e o volante Gueye, que atua pelo Paris Saint-Germain, a nova geração de Senegal vem alcançando resultados expressivos. Cercada de grande expectativa, a seleção se classificou para a disputa da Copa do Mundo de 2018, a segunda de sua história, porém acabou eliminada na fase de grupos, após uma vitória, um empate e uma derrota na chave que contava com Colômbia, Japão e Polônia.

Na Copa Africana de Nações de 2019, fez grande campanha e ficou próxima de garantir o título da competição, sendo derrotada por 1 a 0 pela Argélia na final. Apesar de não ter a mesma tradição que grandes potências do futebol, a seleção senegalesa vem mostrando uma constante evolução e pode ser um duro adversário para o Brasil nesta quinta.

LEIA MAIS:

Neymar admite ter privilégios e diz que carrega a seleção nas costas