Alemã vítima de acidente espetacular em 2018 não vai participar de Macau por falta de verbas

Alemã Sophia Floersch teve o carro arremessado, após acidente espetacular na tradicional prova

Carlos Lemes Jr
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/Facebook Oficial

2019 não vai ser o ano do “renascimento” da alemã Sophia Floersch no GP de Macau da F3. Em 2018, a menina de 19 anos sofreu um acidente espetacular, após colidir com o japonês  Sho Tsuboi e ter o carro arremessado contra o alambrado. Na ocasião, a piloto passou por uma cirurgia na coluna, depois de fraturar  a sétima vértebra. Mas, Sophia não está na pré-lista da prova desse ano, por falta de verba.

Conhece a TV Torcedores? Clique e se inscreva!

“Preciso de uma verba de 65 mil euros para fazer Macau. O acidente de 2018 me custou, a mim e à família, cerca de 80 mil euros. Portanto, tenho uma grande falta de dinheiro.”, explicou Floersch ao Hoje Macau. A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) elevou os custos da prova por conta de um novo modelo de monoposto.

Floersch faz parte da academia de jovens pilotos da Mercedes, a mesma que tem, entre seus contratados, Esteban Ocon, futuro piloto da Renault para a temporada 2020 e George Russel, titular da Williams na atual temporada da Fórmula 1.

Em 2019, a piloto disputou a Fórmula 3 Regional Europeia pela equipe  Van Amersfoort Racing e terminou o campeonato na sexta colocação com 149 pontos tendo como melhores colocações, dois segundos lugares.

Brasileiros no GP de Macau

O GP de Macau ocorre entre os dias, 14 e 17 de novembro, nas ruas de Gaia e o Brasil tem dois pilotos pré-inscritos no GP, por enquanto: Felipe Drugovich e Enzo Fittipaldi. O primeiro, sentará em um carro da Carlin, enquanto o neto de Emerson Fittipaldi guiará pela Sauber Junior.

Relembre o acidente de Sophia Floersch (Cena forte)

LEIA MAIS

Átila Abreu comemora primeira vitória do ano na Stock Car