Clube italiano é multado por insultos racistas contra jogador brasileiro

O lateral Dalbert, da Fiorentina, sofreu ofensas racistas no jogo com a Atalanta, no fim de setembro

Bárbara Ribeiro
Bárbara é Mineira nasceu na cidade de Nova Lima. Incrivelmente ligada ao universo Esportivo.

Crédito: DAZN/Reprodução

Nesta terça-feira(8), a Liga de Futebol da Itália anunciou a punição de 10.000 euros (o equivalente a 44 mil reais) para o Atlanta. A multa refere-se aos gritos racistas que alguns de seus torcedores entoaram contra o lateral-esquerdo brasileiro Dalbert, da Fiorentina, durante um jogo do Campeonato Italiano no dia 22 de setembro.

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Durante a partida, ao escutar gritos racistas da torcida, Dalbert acionou o árbitro Daniele Orsato, que interrompeu o jogo. Como autoridade da partida, ele pediu que fosse divulgado no sistema de som do estádio uma mensagem para que as agressões parassem. O recado foi amplamente vaiado pelo público presente.

A cena revoltou o presidente da Fifa, Gianni Infantino, presente em Milão para a cerimônia dos prêmios The Best. Gianni fez duras críticas ao fato de casos de racismo, como este, ainda continuarem na Itália. Além disso, ele exigiu que fossem aplicadas penas, como é feito na Inglaterra.

A partida terminou com a vitória da Fiorentina por 1 a 0 contra o Atlanta.

O caso de Dalbert  é apenas mais um na lista dos vários casos de racismo na Itália nesta temporada. No início do Campeonato Italiano, o atacante belga Romelu Lukaku, da Inter, e o meia marfinense Franck Kessié, do Milan, também foram vítimas de ataques.

Leia mais:

5 brasileiros para ficar de olho na 7ª rodada do Campeonato Italiano