Bellator no Japão no fim do ano terá luta entre Fedor e Rampage

Evento foi confirmado nesta quarta-feira (9) pela organização, no Twitter. Fedor e Rampage são duas duas das principais estrelas do Pride FC na Ásia

Jéssica De Paula Alves
Jornalista amapaense migrada em Belo Horizonte (MG). Nascida em março de 1990, é gremista e adora esportes desde a infância. Faixa branca em jiu-jitsu, também é fã de rock e ama unir suas paixões.

Crédito: Reprodução/Twitter

Foi confirmado nesta quarta-feira (9) a realização do Bellator no Japão, no fim do ano. O presidente da organização, Scott Coker, divulgou que o evento será no dia 29 de dezembro. E a luta principal será entre Fedor Emelianenko e Quinto ‘Rampage’ Jackson, duas das principais estrelas do Pride FC. Estefoi evento japonês de enorme sucesso no fim dos anos 90.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“Para o debute do Bellator no Japão, nós queríamos trazer um evento massivo e lutadores com os quais os fãs japoneses pudessem se conectar. Dada a vasta história das artes marciais e do MMA no Japão, e especialmente na Saitama Super Arena, esse vai ser um show muito especial. O qual ninguém vai querer perder. Estou ansioso para o momento. Fedor e ‘Rampage’ vão caminhar para uma multidão que os conhece desde o início de suas carreiras”, declarou Scott Coker em comunicado à imprensa, de acordo com o site ‘MMA Junkie’, antes de completar.

A programação é em parceria com o Rizin, promoção nipônica comandada por Nobuyuki Sakakibara, co-fundador e ex-dirigente do Pride.

Carreiras

Famoso no Japão, Fedor construiu no país grande parte de sua carreira no MMA Pelo Pride, o russo se manteve invicto em 15 combates, sendo 14 triunfos e um empate, segundo o site AgFight. Assim, o lutador conquistou o título peso-pesado da organização em março de 2003, com uma vitória emblemática sobre Rodrigo ‘Minotauro’. Posteriormente permaneceu com o cinturão até 2007, ano da extinção do evento.

Já ‘Rampage’ tem o estilo agressivo que o fez um dos favoritos no Japão. Entretanto, nunca conquistou o cinturão peso-médio (93 kg) do Pride. Apesar da trajetória vitoriosa no evento asiático, duas de suas lutas mais lembradas pelos fãs terminaram em derrotas por nocaute para o brasileiro Wanderlei Silva.

A estreia do Bellator no Japão está marcada para acontecer na Saitama Super Arena, que abrigou edições do Pride FC. Portanto, ocorrerão mais três combates entre atletas, ainda não divulgados, das duas organizações. Contudo, o cartola também revelou o planejamento de adentrar o mercado europeu em 2020, com shows na Holanda e na Suécia.

LEIA MAIS

Bellator 226: Rampage e Bader brigam após luta com final polêmico