Boselli cobra mais oportunidades no Corinthians e afirma: “Podemos jogar muito melhor”

Atacante argentino não conseguiu repetir no Corinthians as boas atuações no seu antigo clube

Junior Azevedo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina, fanático por futebol e torcedor do Londrina Esporte Clube

Crédito: Foto: Reprodução/Corinthians

Pouco aproveitado pelo técnico Fábio Carille no Corinthians, o atacante Mauro Boselli cobrou mais oportunidades no Timão em entrevista coletiva realizada na tarde desta quarta-feira (9), no CT Joaquim Grava. O argentino também comentou sobre as atuações “abaixo” do clube. Segundo o jogador, a equipe do Parque São Jorge não vem jogando bem e pode render mais.

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

“É claro que quero jogar mais, mas, tenho uma forma de pensar, mas prefiro guardar para mim. Quem pode dar a resposta é o treinador. Mostro desde o primeiro dia que sou uma pessoa que trabalha, treina bem e mostra dentro de campo, e não faço manifestações que possam ser contraproducentes para a equipe, só quero ter mais oportunidades”, afirmou Boselli.

“Creio que pelo grupo que temos e pela qualidade dos jogadores, podemos jogar muito melhor. Mas é questão de ser congruente com o dia a dia, é questão de melhorar, de potencializar o que temos de bom. Ser a equipe que menos toma gols é importante, mas temos muito a criação de jogadas, e chegada ao gol, creio que nos falta”, continuou o atacante.

“Na tabela de artilheiros (do Brasileirão), não temos ninguém com mais de cinco gols. Vagner, que é quem mais jogou, tem cinco. E não é por oportunidades perdidas, não me lembro de chances perdidas, é mais pela geração de jogo. Temos que melhorar muito, temos margem para isso”, acrescentou o argentino.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Aos 34 anos, Boselli chegou ao Corinthians com grande expectativa dos torcedores devido aos bons números no seu ex-clube, o León, do México. Com a camisa do Timão, o atacante argentino atuou por 35 oportunidades e anotou apenas seis gols. O jogador disputa vaga com Vagner Love e Gustavo na equipe do técnico Fábio Carille.

LEIA MAIS

Boselli não garante permanência no Corinthians em 2020: “Farei uma avaliação em dezembro”

Carille admite viagem à Inglaterra para evoluir como treinador: “preciso melhorar em algumas questões e vou atrás disso”