Brasileirão: veja como estaria a tabela sem VAR após a 23ª rodada

Corinthians seria o vice-líder do Campeonato Brasileiro sem árbitro de vídeo

Matheus Leal
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução

O Flamengo foi o grande vencedor da 23ª rodada do Brasileirão, que se encerrou nesse domingo. O rubro-negro venceu seu confronto e viu o Palmeiras apenas empatar, abrindo assim cinco pontos na liderança. Já na parte de baixo, o Cruzeiro foi ultrapassado pelo CSA e tem situação cada dia mais delicada.

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

De acordo com um levantamento feito pelo jornalista Alexandre Siqueira, que cataloga a utilização do árbitro de vídeo desde a primeira rodada, o Flamengo seria líder do Brasileirão independente do VAR. O rubro-negro teria exatamente a mesma pontuação com ou sem o recurso. No entanto, o vice-líder da competição seria o Corinthians e o Palmeiras estaria a seis e não cinco pontos atrás.

Na zona de rebaixamento, a situação do Cruzeiro seria ainda mais complicada sem o árbitro de vídeo. A Raposa estaria na vice-lanterna com 19 e não 20 pontos. Para a Chape, o VAR tem sido “prejudicial”. Não fosse o recurso, a equipe somaria cinco pontos a mais.

Veja a classificação do Brasileirão sem VAR após 23 rodadas:

LEIA MAIS

Ataque, defesa, aproveitamento… veja os melhores times da Série A em 2019 após a 23ª rodada do Brasileirão

Veja as chances de título do Brasileirão após a 23ª rodada