NBA: Conheça os Brasileiros que jogarão na próxima temporada

Brasileiros ainda seguem sendo lembrados pelas franquias, nesse ano serão 4 atuando

Vinicius Alves
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução / Twitter da NBA

Faltam 2 dias para o início da temporada regular da NBA.  Desde 2002, quando o pivô Nenê Hilário foi draftado pelo Denver Nuggets, o Brasil tem pelo menos 3 representantes por ano na maior liga de basquete do mundo. O auge foi nas temporadas de 2015/2016 e 2016/2017 quando o Brasil chegou a ter 9 jogadores.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Em 2019, serão 4 representantes. Conheça eles:

Nenê Hilário – Houston Rockets

O veterano de 37 anos recentemente renovou seu contrato com o Houston Rockets e disputará sua 18ª temporada na NBA. Ele havia recusado uma opção de extensão automática no valor de US$ 3,8 milhões e chegou a se cogitar que o jogador se aposentaria.

Desde a temporada de 2002/2003 na NBA, ele acumula 965 partidas disputadas e tem médias de 11,3 pontos, 6 rebotes e 1,8 assistências.

Atualmente, o jogador terá cada vez menos minutos na rotação do Houston Rockets mas sua liderança dentro do time é muito elogiada pela comissão técnica.

Nenê na assinatura do seu novo contrato:

Raul Neto – Philadelphia 76ers

O jogador foi contratado pelo Philadelphia 76ers nessa offseason após ser dispensado pelo Utah Jazz, onde jogou por 4 anos. Ele assinou um contrato de 1 ano no valor de U$ 1,737 milhões. Em Philadelphia, é bem possível que ele tenha mais oportunidades na rotação do time mas terá que disputar espaço com os outros 2 armadores reservas, Trey Burke e Shake Milton.

47ª escolha do draft de 2013, Raulzinho já disputou 199 jogos na NBA e acumula médias de 4,8 pontos, 1,9 assistências e 1,3 rebotes.

Raulzinho atuando pela pré-temporada:

View this post on Instagram

1️⃣9️⃣ New beginnings ?⚪️?

A post shared by Raul Neto ? (@raulneto08) on

Bruno Caboclo – Memphis Grizzlies

Dos 4 brasileiros, Caboclo é o que está na melhor situação. Ainda que os Grizzlies não briguem por nada na temporada e que provavelmente terão mais derrotas do que vitórias, o brasileiro já mostrou ser ao menos um bom reserva. Em 2019/2020, ele jogará numa equipe jovem e terá uma boa quantidade de minutos na rotação do time, podendo até ser titular em alguns momentos.
Essa é a uma boa chance para o brasileiro se firmar de vez na NBA. Com 24 anos, ele já teve passagens por Toronto Raptors, Houston Rockets e Sacramento Kings.

Desde o começo foi colocado uma expectativa muito grande no jogador que infelizmente não as correspondeu. No Memphis Grizzlies, ele havia sido contratado para atuar em apenas 10 jogos na temporada passada, porém se destacou e assinou por mais um ano no valor de U$ 1,8 milhões.

Em 4 anos na NBA, o ala dos Grizzlies já disputou 69 partidas e acumula médias de 4,9 pontos, 2,8 rebotes e 0,9 assistências.

O brasileiro no Media Day do Memphis Grizzlies há 2 semanas:

 

Cristiano Felício – Chicago Bulls

Com cerca de U$15 milhões para receber nos próximos 2 anos, o pivô do Chicago Bulls é o brasileiro com maior salário na NBA.

A volta de Wendell Carter Jr e Daniel Gafford sendo selecionado no último draft, tornaram o brasileiro a terceira opção entre os pivôs. Caso não se mostrar útil na próxima temporada, ele pode acabar sendo negociado ou dispensado parar abrir espaço salarial no elenco. Segundo algumas fontes, também existe a possibilidade do jogador ser “rebaixado” para a G-League, a liga de desenvolvimento da NBA

Além disso, a contratação de Thaddeus Young pelos Bulls abre a possibilidade do ala-pivô Lauri Markkanen atuar como pivô em algumas situações. Isso deixaria o brasileiro como quarta opção no banco de reservas.

Em 4 anos na liga, Felício já jogou 212 partidas e acumula médias de 4,6 pontos e 4,1 rebotes.

LEIA MAIS: