Carille diz entender cobrança da torcida e analisa oscilação do Corinthians: “Temos que melhorar”

Treinador do Timão vem recebendo fortes críticas pelo desempenho ofensivo da equipe

Felipe Gomes da Costa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/DAZN

Nesta quinta-feira (10), Corinthians e Athletico Paranaense empataram em 2 a 2, em São Paulo, pela 24ª rodada da Série A do Brasileirão. Após o duelo, o técnico Fábio Carille analisou o desempenho corintiano. Em entrevista coletiva, o treinador disse entender a cobrança da torcida após o tropeço em casa, e admitiu que a equipe precisa corrigir a oscilação apresentada. Apesar da boa campanha do Timão no Campeonato Brasileiro, Carille tem sido alvo de críticas pelo baixo desempenho do setor ofensivo nas últimas partidas.

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Análise de Carille

Ao comentar as críticas da torcida corintiana, Carille afirmou que encara a situação com normalidade. Em sua argumentação, o técnico citou Tite como exemplo.

“Eu vejo isso como muito normal. Pelo tanto tempo que eu tenho no clube como auxiliar, e lembrar de Tite em 2013, quando tinha sido campeão do mundo, no segundo semestre foi muita cobrança em cima dele. Isso faz parte. O certo é que a gente tem que melhorar, que a gente tem que crescer. Tem margem sim, porque a gente já mostrou em alguns jogos”, disse.

O comandante alvinegro também reconheceu a oscilação na equipe, mas garantiu que busca soluções.

“A gente tem oscilado muito, alguns momentos muito ruins, sequência de jogos que não é legal. A nossa volta da Copa América já foi melhor. Com todas essas dificuldades, a gente está em quarto lugar no campeonato. Então é normal o torcedor (reclamar), pela paixão. A gente sabe dos nossos problemas, mas já estamos trabalhando forte para o futuro do Corinthians, para que a gente encontre aquilo que faça acrescentar dentro da situação do Corinthians, que como todos sabem, não é uma situação boa, mas faz parte. A gente continua trabalhando para tentar melhorar e agora foco total no próximo jogo”, afirmou.

O jogo

Empurrado pelos 23 mil torcedores presentes na Arena, o Corinthians abriu o placar aos 16 minutos da primeira etapa com Gil, de cabeça. Na sequência, o sistema defensivo corintiano, o menos vazado da competição, cometeu seguidas falhas. Aos 24, Léo Cittadini se aproveitou de cochilo de Manoel para empatar. Oito minutos mais tarde, Erick recebeu na área e virou para o Furacão. Apesar da desvantagem, o Timão não se abalou. Aos 48 minutos, Boselli pegou sobre e empatou a partida.

No segundo tempo, as duas equipes criaram boas oportunidades, mas pararam em Cássio e Léo. Com grandes atuações, os goleiros impediram que o placar fosse alterado.

Situação do Corinthians no Brasileirão

Com o empate, o Corinthians se manteve na quarta posição do Brasileirão, com 43 pontos. No torneio, o time dirigido por Fábio Carille faz campanha de 11 vitórias, dez empates e três derrotas.

No próximo domingo (13), às 18h (horário de Brasília), o time de Parque São Jorge enfrentará o São Paulo. O clássico, que representa um confronto direto pela quarta posição, ocorrerá no estádio do Morumbi.

Entrevista de Carille

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Leia mais: Brasileirão: veja as chances de título, Libertadores e rebaixamento após a 24ª rodada

Maurício Capela analisa ataque do Flamengo: gols acontecem na grande área