Em meio a protestos, Conmebol confirma final da Libertadores no Chile

Em nota, entidade garante seguir analisando a situação chilena; Flamengo e Grêmio estão na disputa

Matheus Leal
Colaborador do Torcedores.com e do Hashtag Rubro-Negro.

Crédito: Divulgação/Conmebol

A Conmebol está temerosa após os protestos políticos que tomaram conta do Chile neste fim de semana. As manifestações, que deixaram três mortos, inúmeros feridos e cerca de 300 detidos preocupam a entidade sul-americana por conta da final da Libertadores 2019.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

Marcada para o Estádio Nacional, em Santiago, a final da Libertadores 2019 pode, inclusive, mudar de local. No entanto, a Conmebol emitiu um comunicado oficial neste domingo confirmando a realização da decisão do torneio na capital chilena no mesmo dia e horário.

Veja o comunicado na íntegra:

A CONMEBOL reafirma seu compromisso de disputar a final única da CONMEBOL Libertadores 2019  na data, local e horário inicialmente acordados.

A CONMEBOL está em contato permanente com as autoridades e todas as entidades relacionadas à realização do show da única final em Santiago, Chile.

A análise continuará e a segurança de clubes, jogadores, torcedores e mídia credenciada será levada em consideração, para que o único protagonista seja o futebol sul-americano, encontro em que o novo campeão continental será coroado.”

LEIA MAIS

Brasileirão: veja as chances de título, Libertadores e rebaixamento após a 26ª rodada

FAQ: tudo o que sabemos sobre a venda do Fox Sports até agora

Conmebol propõe critérios de classificação para o Mundial 2021 e projeta retorno da Supercopa dos Campeões