Depois de conversa com Tite, Gabigol celebra: “não vou ter que mudar meu estilo”

Artilheiro do Campeonato Brasileiro vive expectativa de ser utilizado nos amistosos do Brasil contra Senegal e Nigéria

Flavio Souza
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação / Twitter oficial Gabigol

Gabigol foi uma das novidades na convocação do Brasil para os amistosos contra as seleções africanas. Após ter sido convocado por Tite em 2016, ele reencontra o treinador em ótima fase. O atacante marcou 32 gols em 44 partidas da atual temporada. E como o repórter André Hernan informou no “Redação SporTV” desta quarta-feira (09), o atleta se mostrou empolgado com o que Tite espera dele nestes amistosos.

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

O repórter informou que Tite conversou com os jogadores e a reação de Gabigol foi bacana. O treinador mostrou um vídeo de como a seleção brasileira gosta de jogar, para orientar os mais novos. Quando o atacante do Flamengo viu seu nome e na posição que ele está rendendo pelo time carioca, sua reação foi de dar um largo sorriso e falar: “Professor, que legal que não vou ter que mudar muito o meu estilo com que estou muito bem no Flamengo”, declarou o atleta.

André Hernan também informou que o técnico mostrou para Gabigol a movimentação de um gol que ele fez no Campeonato Carioca, falando: “Olha, isso aqui é legal, isso aqui você pode mudar”… Isso mostra que o jogador já estava sendo monitorado, tendo suas atuações acompanhadas de perto.

Chances nos amistosos

Como a escalação do Brasil já confirmada para o amistoso contra Senegal, com Coutinho, Gabriel Jesus, Neymar e Firmino, Gabigol espera poder ser utilizado no segundo tempo da partida desta quinta-feira ou então ser testado na partida contra a Nigéria no próximo domingo, seja como titular ou seja entrando na segunda etapa.

LEIA MAIS

NEYMAR ADMITE TER PRIVILÉGIOS E DIZ QUE CARREGA SELEÇÃO NAS COSTAS

TITE NEGA “BAJULAÇÃO” EM CIMA DE NEYMAR E COMENTA O ‘CASO NAJILA’:”A VERDADE VEM À TONA