Torcedores – Notícias Esportivas

Inglaterra faz jogo perfeito e vence Nova Zelândia na Copa do Mundo de Rugby

Em 80 minutos de disputa entre as duas equipes, a Inglaterra venceu a seleção da Nova Zelândia por 19 a 7. Os ingleses voltam para a final após 12 anos

Matheus Ornellas
Colaborador do Torcedores.com que cobre os esportes americanos.

Crédito: Instagram da World Rugby

Na primeira semifinal da Copa do Mundo de Rugby, a Inglaterra venceu a Nova Zelândia por 19 a 7. Com um domínio durante toda a partida, os ingleses reduziram a ofensiva dos All Blacks a somente um Try, que só aconteceu no segundo tempo. A Inglaterra nunca havia vencido os All Blacks pela competição mundial e quebrou a invencibilidade da Nova Zelândia que durava duas Copas do Mundo de Rugby.

Você já conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Domínio da Inglaterra no primeiro tempo

A Nova Zelândia era favorita para a partida, principalmente por sua potência ofensiva. Sabendo da capacidade do ataque adversário, os ingleses se montaram para anular os ataques de seu oponente. Porém, foi com a ofensiva que a Inglaterra trilhou sua classificação logo cedo. Manu Tuilagi fez o primeiro Try inglês com menos de 3 minutos de partida e, com a conversão de Owen Farrell, a partida ficou 7 a 0.

Após esse começo de partida, a Nova Zelândia tentou assumir os controles das ações, mas os All Blacks simplesmente não conseguiam encaixar. O ataque tentava de diversas formas, mas encarou um paredão inglês, que não apresentava buracos ou brechas. A Inglaterra por outro lado, também não conseguia achar muitas brechas para avançar, ou mesmo progredir com a bola. Só no final do primeiro tempo o placar aumentou para a seleção européia. Quando George Ford converteu um penal, aos 40 minutos e deu números finais ao primeiro tempo da Copa do Mundo de Rugby: Inglaterra 10, Nova Zelândia 0.

Segundo tempo

Uma das estratégias para a Inglaterra vencer era simples: Chutar a bola. O time inglês chegou a final liderando está estatística na Copa do Mundo de Rugby e sabia de sua capacidade com os pés. Logo aos 3 minutos da segunda etapa, a equipe podia abrir mais 3 pontos, porém, Daly desperdiçou um Penalty. O erro não desacelerou o time, que, mesmo com as alterações, seguiu controlando as ações do confronto. A Nova Zelândia corria mais com a bola, dominava o território do campo, mas isso não correspondia em pontos. Aos 50 minutos, a Inglaterra mostrou mais uma vez sua capacidade nos chutes, convertendo um Penalty com George Ford. Após isso, a Nova Zelândia fez um batalhão de alterações, colocando 5 novos jogadores para tentar vencer a semifinal.

Nova Zelândia aproveita erro inglês

O único grande erro da Inglaterra custou um Try. Ardie Savea anotou a única pontuação dos All Blacks após erro inglês em um lateral. Richie Mo’unga confirmou mais dois pontos com a conversão, reduzindo a vantagem em 6 pontos, quando a partida tinha 58 minutos.

George Ford joga banho de água fria nos All Blacks

6 minutos após a pontuação adversária, George Ford teve mais uma chance de pontuar com um chute. Ele se manteve perfeito em suas tentativas, anotando mais 3 pontos para a Inglaterra. A Nova Zelândia se lançou ao ataque, mas errou demais e acabou cometendo mais faltas. Em uma dessas faltas, Ford ficou em posição de chute e anotou os números finais da partida aos 69 minutos, fechando o placar em 19 a 7.

Final da Copa do Mundo de Rugby

Com a vitória, a Inglaterra venceu a Nova Zelândia pela primeira vez na história da Copa do Mundo de Rugby. Agora, os ingleses voltam a final da competição após 12 anos e aguarda o vencedor do confronto desse domingo (27), entre País de Gales e África do Sul. Para os All Blacks, resta a disputa do terceiro lugar do torneio.

LEIA MAIS

Confira tudo da primeira semana da Copa do Mundo de Rugby 2019