Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Corinthians x Cruzeiro: Marllon explica lance do segundo gol do Cruzeiro, diz que foi “automático” e que bandeira prejudicou

Bandeira assinalou impedimento de Ederson, mas bola foi recuada por Fagner

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Um erro de interpretação do bandeira Luiz Cláudio Regazone gerou uma ação “automática” do zagueiro Marllon, do Corinthians, no lance que gerou o segundo gol do Cruzeiro em Itaquera, na noite do último sábado (19), na derrota do clube paulista.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

O próprio camisa 13 foi quem admitiu que é normal que jogadores parem assim que o auxiliar levanta o instrumento, mas disse também que percebeu que era uma interpretação equivocada quando viu que quem tocou a bola foi Fagner.

“É muito automático do jogador. Eu acreditei quando o bandeira levanta (o instrumento). Até onde a gente sabe, ele é instruído a esperar o lance acabar. A gente olha, é automático a gente parar. Ele levantou antes e depois. E aí o gol ele interpretou errado e acabou nos prejudicando.”

O lance do gol do Cruzeiro foi legal, mas a reclamação do Corinthians foi justamente do erro no protocolo de Regazone, que deveria ter esperando o lance chegar ao fim para levantar a bandeira. Assista ao lance:

O jogo
O Corinthians até abriu o placar no primeiro tempo quando Fagner acertou lindo chute dentro da área e marcou o gol 11 mil da história do clube.

Porém, após mais uma má atuação coletiva, o time levou a virada do Cruzeiro. Primeiro, Fred, de pênalti, deixou tudo igual. Depois, no lance polêmico, Ederson virou e deu números finais ao confronto: 2 a 1.

Leia mais:
Paraquedista invade o gramado e atrapalha cobrança de pênalti no Campeonato Italiano; assista