Cruzeiro reduz chances de rebaixamento e Chapecoense e Avaí chegam a 98% de probabilidade de queda; veja o ranking

Time comandado por Abel Braga venceu na rodada e viu as chances de rebaixamento caírem, mas situação ainda preocupa

Danielle Barbosa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Pedro Vilela/Getty Images

Terminou nesta quinta-feira (17) a disputa da 26ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, e apesar de não ter mudado nada na parte de cima da tabela de classificação, com Flamengo liderando a competição com oito pontos de vantagem para o vice-líder, na outra ponta, a luta contra o rebaixamento segue rendendo fortes emoções.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Com a vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo na última quarta-feira (16), o Cruzeiro chegou a 25 pontos – um a menos que o Ceará, primeiro time fora da zona do rebaixamento, e viu as chances de queda caírem para 54%, segundo o site Infobola. Por outro lado, com 16 e 17 pontos, respectivamente, Chapecoense e Avaí chegaram a nada menos que 98% de probabilidade de queda para a disputa da Série B em 2020.

Do último ao décimo colocado, todos os clubes ainda possuem alguma chance de rebaixamento. O Goiás, por exemplo, com 37 pontos e na 10ª colocação, ainda tem 1% de chance de queda para a Série B.

CONFIRA AS CHANCES DE REBAIXAMENTO APÓS A 26ª RODADA:

20º Chapecoense (16 pontos) – 98% de chances de rebaixamento
19º Avaí (17 pontos) – 98%
18º Cruzeiro (25 pontos) – 54%
17º Avaí (26 pontos) – 51%
16º Ceará (26 pontos) – 44%
15º Fortaleza (28 pontos) – 22%
14º Fluminense (29 pontos) – 18%
13º Botafogo (30 pontos) – 7%
12º Atlético-MG (32 pontos) – 5%
11º Vasco (34 pontos) – 2%
10º Goiás (37 pontos) – 1%