Destaques da Copa Paulista têm relação de irmãos, foram companheiros em outra equipe e se espelham em Thiago Silva

Zagueiros do São Bernardo, Gabriel Caran e Wesley atuaram juntos no Primavera e hoje vivem excelente fase na Copa Paulista

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.

Crédito: Divulgação

Com a melhor defesa da segunda fase da Copa Paulista, que vale vaga para a Série D do Campeonato Brasileiro, o São Bernardo deve muito às atuação de seus zagueiros Wesley e Gabriel Caran. Em conversa com o Torcedores, a dupla relembrou começo da união em 2018, no Primavera, e ressaltou a relação de companheirismo como fator que ajuda na sincronia dentro de campo.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“É sempre um prazer tá atuando ao lado do Gabriel, a gente tem um grande entrosamento desde a época do primavera e isso ajuda bastante dentro do campo. A nossa relação é muito boa, o Gabriel é como se fosse um irmão que eu tenho. Além de companheiro de zaga é meu amigo fora de campo, sempre que podemos estamos juntos”, contou Wesley à reportagem.

Gabriel Caran também ressaltou a boa relação, mas lamentou lesão que separa a dupla na fase final da Copa Paulista. “É muito bom formar a dupla de zaga novamente com o Wesley. Nos conhecemos muito bem dentro de campo, o que acaba facilitando nossa situação de jogo. Nessa reta final não vamos poder estar atuando junto, por conta de uma lesão minha. Mas com certeza quem estiver jogando vai estar dando conta do recado”, disse.

Gabriel Caran e Wesley - Copa Paulista

Wesley (esquerda) e Gabriel Caran (direita) foram campeões no Primavera – Foto: Divulgação

Reforços para esta temporada do São Bernardo, Caran e Wesley deixam as sondagens para os seus agentes, mas afirmam estar contentes em jogarem juntos no clube. “Fico feliz em estar fazendo grandes atuações, por ter conquistado 2 acessos em 2 anos de profissional. Quanto às sondagens, deixo nas mãos de meus empresários”, comentou Gabriel.

“Eu me cobro bastante em todas as partidas, eu encaro todos os jogos como uma final e procuro me concentrar bastante para não ter erros. Os números são bons, fico muito feliz pelo momento que estou passando, mas acredito que posso ir muito mais longe e estou trabalhando para isso. Enquanto as sondagens eu deixo nas mãos dos meus agentes, e procuro me concentrar somente dentro de campo”, ressaltou Wesley.

Gabriel Caran e Wesley fora de campo

Wesley, de 24 anos de idade, afirmou ser mais caseiro e preferir estar ao lado dos familiares e da esposa nos períodos de folgas das partidas. “Gosto muito de ver séries e escutar músicas, mas meu melhor passa tempo é esta do lado da minha família e da minha mulher, passo muito tempo longe deles então sempre que tenho uma folga eu vou passear com eles, ficar ao lado das pessoas que eu amo faz muito bem para mim recarrego todas minha energias. E volto muito mais motivado e alegre pra dar o meu melhor dentro do campo”, disse.

Já Gabriel Caran, que tem 21 anos, revelou seu maior sonho e destacou a inspiração vinda de casa. “Meu sonho é o q me faz ser cada dia melhor no que eu faço. Minha inspiração vem de casa. A minha família, que sempre me apoiou e sonhou junto comigo, que me fez passar do melhor jeito em todos momentos da minha vida”, comentou.

 

Gabriel Caran e Wesley - Copa Paulista

Dupla comemora gol marcado por Wesley com a camisa do São Bernardo na Copa Paulista – Foto: Divulgação

Zagueiro e com destaque na Copa Paulista, Wesley revelou que se espelha em Thiago Silva, titular do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira. “Dentro de campo me inspiro muito no Thiago Silva. Gosto da maneira que ele joga sempre muito concentrado em todas as partidas e está sempre bem atento em tudo que se passa no jogo. Para mim é um dos melhores zagueiros do mundo na atualidade”, afirmou.

LEIA MAIS:

Promessa do Monte Azul  Gabriel Caran relembra parceria com Gabriel Jesus: “Ele garantia na frente e eu na defesa”

Copa Paulista: recém-chegado, volante Mazinho celebra “faro de gol” no São Caetano