Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

EA trabalha em novo sistema anti-cheat

Sistema anti-cheat da EA vai analisar memória RAM em busca de trapaça

Filipe Carbone
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/EA

A Electronic Arts anunciou que está trabalhando em um novo sistema que vai tentar identificar trapaceiros nos jogos. A ideia de empresa é tentar reduzir o máximo possível o número de cheats presentes em jogos como Apex Legends, Battlefield e Star Wars Battle Front.

Confira também: Cinco melhores jogos grátis para PC; veja a lista neste link

O novo sistema anti-cheat da EA vai averiguar a memória RAM dos dispositivos em busca de trapaças. Assim, será feita uma varredura em busca de qualquer software suspeito e malicioso que esteja em execução durante a jogatina. O novo sistema da EA foi descoberto pelo portal RespawnFirst.

De acordo com o site, a patente havia sido registrada na última terça-feira (1º) no Escritório de Marcas e Marcas Registradas dos Estados Unidos. Atualmente a EA utiliza o sistema anti-cheat chamado de FairFight. Entretanto, os indícios apontam que a Electronic Arts não iria abandonar a plataforma, e sim faria com que o serviço funcione com o novo.

“Um sistema anti-fraude que pode ser acessado através de uma rede e armazenado diretamente na memória volátil de um computador. Em algumas modalidades, este sistema anti-fraude pode varrer ou acessar partes da memória volátil do sistema do usuário para detectar se um hack ou outro software não autorizado está interagindo com o jogo”, diz a descrição do novo sistema.

LEIA MAIS

The King of Fighters Allstar recebe data de lançamento no ocidente

LoL: Luci publica mensagem em clima de despedida para o Flamengo