Líderes das pesquisas das eleições argentinas torcem para atuais ponteiros da Superliga

Primeiro turno das eleições na Argentina devem levar ao segundo pleito torcedores do atual líder e vice-líder da Superliga

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

No próximo domingo (27) será realizado o primeiro turno das eleições presidenciais da Argentina. A data marca o dia em que os cerca de 33 milhões de eleitores locais começarão a definir o futuro do país nos próximos quatro anos. Uma grande curiosidade envolve os dois primeiros colocados das pesquisas nas eleições na Argentina

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O líder das pesquisas é o peronista Alberto Fernández, do Partido Justicialista. O político é torcedor fanático do Argentinos Juniors, campeão da Copa Libertadores de 1985, equipe que revelou Diego Armando Maradona e que é sediado no bairro La Paternal. O Bicho, como é popularmente chamado, é o atual vice-líder da Superliga Argentina – primeira divisão local.

Seu grande antagonista na campanha presidencial das eleições na Argentina é o atual presidente do país. A relação de Mauricio Macri com o futebol é muito mais conhecida. O integrante do partido Propuesta Republicana chegou à política quando já era conhecido no esporte. Eleito deputado em Buenos Aires em 2005, Macri foi presidente do Boca Juniors entre 1995 e 2007. A equipe xeneize é a atual líder do certame.

Embora as classificações das equipes na tabela estejam invertidas em relação à colocação nas pesquisas, destaca-se o fato das lideranças das eleições na Argentina estarem nas mãos do Bicho e dos xeneizes em ambos os locais. As duas equipes somam 21 pontos em 10 jogos, dois pontos à frente do Lanús – terceiro colocado. Eles, inclusive, deixam isso bem claro até mesmo em seus Twitters pessoais:

Outros candidatos

Os outros candidatos das eleições na Argentina também não escondem suas paixões futebolísticas. Roberto Lavagna, terceira colocado na corrida presidencial e candidato independente, torce para o Independiente. Nicolás Del Caño estudou perto do bairro de Alberdi, em Córdoba – o que o fez torcedor do Belgrano, já que o estádio do Pirata é conhecido como Gigante de Alberdi. José Luis Espert se declara torcedor do San Lorenzo, mas sua campanha sofreu um pequeno choque quando foi divulgada uma camisa dele com a camisa do Huracán – histórico rival do Cuervo.

LEIA MAIS
Sampaoli critica Bolsonaro para amigos, afirma repórter; técnico viveu ditadura argentina e já peitou cartola espanhol
Atleta argentina completa prova de natação com fones de ouvido: “Não percebi que estava com eles”
Ídolo e atual técnico do River Plate critica craque da Argentina: “Messi não deveria falar que o Brasil é ajudado”