No Brasil Sports Tech, fundador de apps de saúde e de esportes fala da dificuldade em empreender na área

No 7º Sports Tech Talk, fundador do site Minhavida conta a sua trajetória para pessoas que querem inovar na saúde.

Daniel Borges
Colaborador do Torcedores

Crédito: (Foto: Gabriel Liberati)

“É um ramo muito dífiicil, além da apps fortes e gratuitos de concorrentes, é díficil criar uma cultura no país de rotina”, afirma Alexandre Tarifa diante o público, quando falou sobre empreender no ramo da saúde e esportes no Brasil. Com cerca de 34 mil academias pelo país e mais de 8 milhões de praticamentes, o país é o segundo que mais tem este tipo de estabelecimento no mundo, atrás do Estados Unidos. Potencial para crescer e gerar renda e emprego.

Porém, segundo o fundador do site MinhaVida e do app Tech.fit, em que foca tanto a questão da saúde mental e física, Tarifa acredita que não há uma cultura do hábito no país de treinar com objetivos e não desistir. “Nossos aplicativos tentam manter a pessoa motivada, mas é complicado em um país em que se paga por uma academia e não a usa depois”, alega Tarifa.

Algo semelhante viveu Ivan  Soares, 29, mídia managent do Arena Hub SP, ao abaixar um app de trainemento e só utilizá-lo por dois dias. “Instalei e usei por dois dias, depois meio que esqueci e desisti”, afirma Ivan. Ele já jogou futsal na época do colégio e chegou a perder 4 kg em 20 dias, quando acompanhado com o profissionais. “É questão de pegar firme e não desistir. Não é fácil, mas além do esporte tem a questão da saúde, que ajuda a incentivar quem quer começar nos treinamentos.”

Brasil Sports Tech

O evento “Sports Tech Talk” ocorre periodicamente e promove o encontro de pessoas que desejam inovar com a tecnologia no esporte com players do mercado já consolidados. A startup que realiza o evento é Brasil Sports Tech. “Esse avanço da tecnologia, nos desafia a sempre estar inovando, se atualizando. Para a gente é importante ter essa troca de experiência entre empreededores e investidores, que favorece todas as partes e trás referência dos produtos e serviços do mercado.”Afirma Gabriel Liberati, fundador da Brasil Sports Tech. Além disso, a startup também promove outros eventos para que se crie uma comunidade. Para mais informações sobre a empresa, só acessar o link por aqui.

Leia mais 

Brazil Sports Tech: saiba o que é e como cadastrar sua startup