Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ex-Palmeiras, Antônio Carlos diz que não merecia “facada nas costas” do clube em passagem como treinador: “sou ídolo”

Líder da Série B com o Bragantino, o ex-zagueiro comandou o Palmeiras em 2010

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Divulgação/Bragantino

A breve passagem pelo Palmeiras em 2010 não foi bem digerida por Antônio Carlos Zago, atual comandante do Bragantino na campanha que colocou o time na liderança do Brasileirão Série B.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Em entrevista à ESPN, o ex-zagueiro lembrou os curtos três meses que esteve no clube e disse que “levou uma facada nas costas”.

“Não sou só eu que fico chateado com algumas situações, acho que qualquer técnico. Na época do Palmeiras, me contrataram, e eu fiquei sabendo que já tinham conversado com o Felipão antes de me contratarem. Para mim foi uma facada nas costas”.

O técnico estava no São Caetano durante o Paulistão daquele ano, comandou o Azulão em goleada por 4 a 1 sobre o Palmeiras e foi contratado no dia seguinte, quando a diretoria alviverde demitiu Muricy Ramalho.

Porém, os boatos de conversas com Felipão se confirmaram três meses depois, quando Antônio Carlos foi retirado do comando técnico do clube.

“Sou um ídolo no Palmeiras até hoje. Vai ficar marcado tudo aquilo que eu fiz dentro do Palmeiras para o resto da história. Eram pessoas que me conheciam e acho que não deveriam ter feito isso comigo.”

Antônio Carlos era o pilar da defesa do Palmeiras no início da era Parmalat. Era ele um dos líderes da equipe nas conquistas do bicampeonato do Brasileirão 1993 e 1994 e do bicampeonato do Paulistão das mesmas temporadas. Além das quatro taças, o ex-zagueiro ainda conquistou o Torneio Rio-São Paulo de 1993.

O defensor ainda passou com sucesso por São Paulo, Santos, Corinthians e Roma, onde foi titular no último título italiano do clube, em 2000.

Leia mais:
Torcedor do Fla que morreu antes da semi desmaiou na rua e foi ao hospital em caminhão de peixe

As melhores notícias de esportes, direto para você