Fluminense x Bahia: veja quem leva a melhor no retrospecto do duelo

Tricolor carioca não perde há quatro partidas e precisa manter ritmo para se distanciar do Z4, enquanto comandados de Roger Machado estão firmes na luta por vaga na Libertadores

Cido Vieira
Jornalista em formação, e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com, trabalho como setorista do Botafogo e futebol nordestino

Crédito: Felipe Oliveira - Divulgação - Bahia

Neste sábado (12), às 19h (de Brasília), Fluminense x Bahia se enfrentam no Maracanã em confronto da 25ª rodada do Brasileirão. Com pretensões opostas, os tricolores buscam os três tentos após empatarem seus respectivos compromissos no meio de semana.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

RETROSPECTO

Segundo dados do site oGOL, Fluminense x Bahia já mediram forças de forma oficial 47 vezes na história, e os cariocas tem larga vantagem. São 20 triunfos do Tricolor das Laranjeiras contra 10 vitórias do Bahia, além de 17 empates. No “placar agregado” do confronto, o Flu tem superioridade: 59 a 43.

No embate do primeiro turno do Brasileirão, o Bahia levou a melhor na Arena Fonte pelo placar de 3 a 2. Arthur e Gilberto (duas vezes) anotaram os gols do Esquadrão, enquanto Pedro e João Pedro marcaram para os visitantes.

CENÁRIO DISTINTO NA TABELA

Reagindo após Marcão assumir o comando da equipe, o Fluminense aparece na 15ª posição, com 26 tentos. Contudo, apesar do momento de ascensão, o alerta contra a degola segue ligado nas Laranjeiras, uma vez que a diferença para o Z4 é de apenas quatro tentos.

Oitavo colocado, tendo acumulado até o momento 38 pontos, o Bahia quer aproveitar o embate direto entre São Paulo x Corinthians para se aproximar de vez do sonhado G6. Nos últimos cinco jogos atuando como visitante, o Esquadrão só foi derrotado uma única vez, faturando 10 dos 15 tentos possíveis.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE-RJ X BAHIA-BA

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 12 de outubro de 2019 (Sábado)
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Henrique Neu Ribeiro (SC) e Alex dos Santos (SC)

FLUMINENSE: Muriel, Gilberto, Digão, Nino e Orinho; Dodi, Evandro, Daniel e Nenê; Yony González e João Pedro
Técnico: Marcão

BAHIA: Douglas Friedrich, Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Giovanni; Gregore, Flávio e Alejandro Guerra; Artur, Gilberto e Élber
Técnico: Roger Machado

LEIA MAIS: