Goiás x CSA: veja quem leva a melhor no retrospecto do duelo

Esmeraldino ainda alimenta chances de chegar na pré-Libertadores e Azulão tenta se manter fora da degola

Cido Vieira
Jornalista em formação, e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com, trabalho como setorista do Botafogo e futebol nordestino

Crédito: Francisco Cedrim/RCortez/CSA

Em situações contrárias, mas necessitando dos três tentos urgentemente, Goiás x CSA medem forças neste sábado (12), às 17h (de Brasília), no Serra Dourada, pela 25ª rodada do Brasileirão.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

PRETENSÕES DISTINTAS

Décimo colocado, com 33 pontos, o Goiás acumula quatro vitórias e um revés no returno do Brasileirão. A diferença dos comandados de Ney Franco para o G6 é de cinco tentos, fato que amplifica ainda mais a importância do duelo contra os nordestinos.

Respirando contra o rebaixamento, o CSA vem reagindo nas últimas rodadas. Com 25 tentos, a equipe azulina precisa pontuar no Serra Dourada para não voltar ao Z4 nesta rodada.

RETROSPECTO

De acordo com dados do site oGol, o embate entre Goiás e CSA só ocorreu de forma oficial em quatro oportunidades na história e aponta equilíbrio total, com duas vitórias para cada lado.

No primeiro turno do Brasileirão, o time azulino levou a melhor e triunfou por 1 a 0, tento anotado por Maranhão. Na Série B da última temporada, o Esmeraldino venceu por 3 a 0 sob seus domínios e caiu por 2 a 1 em solo alagoano. O primeiro confronto entre as duas equipes se deu no Brasileirão de 1974. Naquela oportunidade, o alviverde goiano goleou por 4 a 0.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS X CSA

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 12 de outubro de 2019 (sábado)
Horário: 17h (de Brasília)
Arbitragem: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Auxiliares: Sidmar dos Santos Meurer e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
VAR: ​
Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)

GOIÁS: Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Yago Felipe, Gilberto e Marlone (Giovanni Augusto); Leandro Barcia, Michael e Rafael Moura.
Técnico: Ney Franco

CSA: Jordi; Celsinho, Ronaldo Alves, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, Apodi e Jonatan Gomez; Bruno Alves, Bustamante e Alecsandro.
Técnico: Argel Fucks

LEIA MAIS: