Henríquez diz que o Vasco irá procurar a vitória na Ressacada, mas avisa : “Será uma partida muito complicada”

Depois de tropeçar em casa diante do Santos, Vasco precisa recuperar os pontos perdidos fora de casa

Bruno Romão
22 anos, estudante de Jornalismo, amante da escrita, natural de Campina Grande (PB) e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Mesmo diante do penúltimo colocado do Brasileirão, o time carioca sabe que não terá vida fácil no confronto desta quinta (10). Sendo assim, o zagueiro Henríquez, que deve ser mais uma vez titular, comentou sobre o jogo. Para ele, a situação da equipe adversária irá dificultar ainda mais a vida do Cruzmaltino. Porém, deixou claro que a intenção é voltar de Santa Catarina com um bom resultado na bagagem.

“Estamos numa sequência muito boa fora de casa, e vamos ver o que o professor tem para falar sobre esta partida. Estamos trabalhando duro para sairmos dessa “zona de confusão’”, declarou em coletiva de imprensa.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

O camisa 3 também falou sobre os bons jogos que o Vasco vem fazendo fora de casa. Na última partida longe do Rio de Janeiro, houve uma vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-MG.

”Dá muita confiança. É importante romper esses jejuns. Já tivemos outras partidas em que poderíamos trazer os três pontos. Sempre que jogamos fora, tentamos propor jogo, jogar de igual para igual. Infelizmente nas partias em casa não temos conseguido obter a sequência. Mas nossa mentalidade vai ser sempre jogar igual dentro e fora de casa”, completou.

Henríquez também opinou sobre a má fase do Vasco em cobranças de pênalti. Contra o Santos, mais uma cobrança foi desperdiçada.’

”É uma coisa meio esquisita, que você não vê muito. Acho que é realmente isso, um pouco de pressão e nervosismo. Temos que transmitir tranquilidade, porque temos bons batedores, mas você precisa muito da cabeça boa. É o que temos que corrigir, porque as oportunidades vão continuar acontecendo e vamos precisar acertar. São momentos que fazem diferença”, avaliou.

LEIA MAIS