Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

NBA: Joel Embiid dominante e os 10 destaques da segunda-feira (28)

Pivô do Philadelphia 76ers teve 36 pontos, 13 rebotes e cinco assistências na vitória sobre o Atlanta Hawks; James Harden com 40 e Kawhi Leonard com 30 também estão na lista

Rodrigo Santos
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Instagram de Joel Embiid

A rodada da NBA teve 11 jogos nesta segunda-feira. Várias partidas foram decididas apenas nos últimos lances, o Golden State Warriors finalmente venceu seu primeiro jogo e times como o Sacramento Kings e o New Orleans Pelicans seguem sem vencer em seus quatro primeiros jogos. Confira os destaques individuais do dia:

Joel Embiid (Philadelphia 76ers)

Foi um jogo bem equilibrado na State Farm Arena, mas o Philadelphia 76ers conseguiu sair vitorioso sobre o Atlanta Hawks, por 105 a 103. Este resultado não seria possível, não fosse a excelente partida de Joel Embiid. Com 36 pontos (em 12 de 19 nos arremessos de quadra), 13 rebotes e cinco assistências, o pivô foi o melhor jogador da partida.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

James Harden (Houston Rockets)

Já que estamos falando de partidas disputadas, Houston Rockets contra Oklahoma City Thunder também entrou neste grupo. O time texano venceu por 116 a 112 após lances livres decisivos de James Harden. Aliás, o Barba cobrou 22 arremessos da linha, e acertou 21 deles. No total, foram 40 pontos e sete assistências para o MVP de 2017-18.

Russell Westbrook (Houston Rockets)

Do MVP de 2017-18 para o MVP de 2016-17. Esta foi facilmente a melhor partida da dupla Russell Westbrook e James Harden neste início de parceria. Já falamos dos 40 pontos do Barba, mas Westbrook pode muito bem ter sido o melhor jogador da dupla contra o Thunder. O armador teve 21 pontos, pegou 12 rebotes e deu nove assistências, ficando uma abaixo de mais um triple double. Sua jogada mais importante nesta segunda veio no último minuto, quando ele pegou um rebote ofensivo, infiltrou e deu um lindo passe para PJ Tucker matar uma bola de três da zona morta.

Damian Lillard (Portland Trail-Blazers)

Damian Lillard poderia estar sendo o nome mais falado da NBA nesta terça-feira caso essa bola de três no último segundos tivesse caído. Puro azar. O armador não estava tendo um grande jogo – chegou a estar 3 de 19 nos arremessos de quadra em um determinado momento -, mas você sabe que clutch time é “Dame Time”. Lillard anotou absurdos 18 pontos nos últimos quatro minutos de partida. Sim, 18 pontos em menos de quatro minutos. No total, foram 28 pontos, nove rebotes e sete assistências em uma noite que começou ruim para o jogador. Lição do dia (caso você ainda não tenha aprendido): nunca duvide de Damian Lillard quando o jogo está nos momentos finais. Dame Time é 100% real.

Kawhi Leonard (Los Angeles Clippers)

Após a surpreendente derrota do Los Angeles Clippers para o Phoenix Suns, no último sábado, a equipe de Kawhi Leonard voltou a vencer nesta segunda, contra o Charlotte Hornets (111 a 96). O astro liderou sua equipe com 30 pontos (10 de 18), sete rebotes e seis assistências em mais uma partida que Kawhi parece nem fazer tanto esforço e termina o jogo com 30 pontos.

Golden State Warriors

O Golden State Warriors finalmente ganhou – e bem. Com um 134 a 123, o time de Steve Kerr foi demais para o New Orleans Pelicans, que segue sem vencer em seus quatro primeiros jogos. Como os Warriors não tiveram só um destaque (foram, pelo menos, quatro), nada mais justo do que citar cada um deles. Stephen Curry foi o cestinha, com 26 pontos e 11 assistências, D’Angelo Russell fez o melhor jogo com sua nova camisa, flertando com um triple-double (24 pontos, sete rebotes e oito assistências), Draymond Green conseguiu, de fato, o triple-double (16 pontos, 17 rebotes e 10 assistências) e o surpreendente Damion Lee adicionou 23 pontos e 11 rebotes vindo do banco. Ah, e dos quatro, apenas Russell não acertou mais da metade de seus arremessos.

Brandon Ingram (New Orleans Pelicans)

Como vimos, os Pelicans seguem sem vencer na temporada. Mas Brandon Ingram, mais uma vez, mostrou toda sua qualidade. Após os 35 pontos no jogo de sábado, contra os Rockets, Ingram fez 27 nesta segunda-feira, além de 10 rebotes e seis assistências. Em seus quatro primeiros jogos em New Orleans, o ala está com uma média de 27,2 pontos e 9,3 rebotes, acertando mais de 50% de seus arremessos de quadra e de três. Grande início para o jogador que ainda tem 22 anos de idade.

Bobby Portis (New York Knicks)

Sabe a lei do ex? Ela funcionou em grande estilo no Madison Square Garden, nesta segunda. Bobby Portis estava animado para enfrentar o Chicago Bulls; além de ser contra seu ex-time, Eric Musselman, técnico da Universidade de Arkansas, onde o jogador atuou antes de ir pra NBA, estava presente no ginásio. E, com certeza, ele ficou muito orgulhoso do que viu. Vindo do banco, Portis anotou 28 pontos (11 deles vindo no último quarto) e pegou 11 rebotes, acertando mais de 71% de seus arremessos de quadra (10 de 14).

Pascal Siakam (Toronto Raptors)

Jogador que mais evoluiu na temporada passada, Pascal Siakam está virando um dos grandes jogadores da liga. Prova disso é que o ala-pivô do Toronto Raptors fez 24 pontos (em 9 de 16), pegou nove rebotes e, ainda assim, teve uma partida “apagada” na vitória sobre o Orlando Magic. Com a saída de Kawhi Leonard, era natural que Siakam fosse mais acionado nesta nova temporada, e até agora ele tem respondido super bem: são 28,7 pontos e 10,7 rebotes de média nos quatro primeiros jogos.

Double-Doubles

Para fechar nossos destaques, vamos falar de alguns jogadores que tiveram grandes partidas (anotando duplos-duplos), mas que talvez não apareceriam na lista em uma noite com 11 jogos. Começamos com o rookie RJ Barrett, que segue brilhando em seu início de NBA. Nesta segunda, o ala do New York Knicks fez sua partida mais completa, marcando 19 pontos, liderando sua equipe com excelentes 15 rebotes e dando ainda cinco assistências na vitória sobre o Chicago Bulls, time de Wendell Carter Jr., que terminou com 20 pontos e 10 rebotes.

Na Little Caesars Arena, o Detroit Pistons, de Andre Drummond (18 pontos e 18 rebotes) levou a melhor sobre o Indiana Pacers, de Domantas Sabonis (21/14): 96 a 94. O placar também ficou apertado em Phoenix, onde os Suns acabaram derrotados pelo Utah Jazz por 96 a 95. Rudy Gobert terminou com 15 pontos e 18 rebotes na partida.

O double-double menos esperado da noite veio na partida entre o Denver Nuggets e o Sacramento Kings, na Califórnia, vencida pelos visitantes: Richaun Holmes. Vindo do banco, o atlético ala-pivô fez uma grande partida, apesar da derrota, com 24 pontos, 12 rebotes e dois tocos, acertando 10 de seus 13 arremessos de quadra. Foi apenas a segunda partida 20/10 da carreira de Holmes.

Leia Mais

NBA: Novato Ja Morant explodindo para 30 pontos e os cinco destaques deste domingo (27)

NBA: saiba quais jogos serão transmitidos essa semana