Liverpool ameaça não entrar em campo pela Copa da Liga Inglesa após jogo histórico contra o Arsenal; entenda

Atual campeão da Champions League, Liverpool está com o calendário apertado e terá o Mundial de Clubes em dezembro

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Twitter: @PaulFoles

Crédito: Foto: Divulgação

Atual campeão da Champions League e líder da Premier League, o Liverpool venceu o Arsenal nos pênaltis após um épico empate por 5 a 5 no tempo normal, em partida válida pela Copa da Liga Inglesa, nesta quarta-feira (30), no Anfield Road. Classificado para às quartas de final, o treinador Jurgen Klopp ameaça não entrar em campo pela próxima fase da competição.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

O motivo é por conta do calendário. Caso o jogo da próxima fase não seja em uma data apropriada, o treinador alemão já avisou que não jogará. Na partida contra o Arsenal, os Reds jogaram com quase todo time reserva, com diversos garotos presentes na histórica partida. A comeptição serve como laboratório para promessas do clube terem a oportunidade de mostrar futebol.

As quartas de final estão agendadas para o dia 16 de dezembro, data que o Liverpool estará disputando o Mundial de Clubes, competição que os Reds ainda não conquistaram em sua história recheada de títulos.

“Não seremos vítimas deste problema. Jogamos hoje à noite, queríamos ganhar, fizemos isso e, se eles não encontrarem uma data adequada para nós, não podemos jogar a próxima rodada e quem quer que seja o nosso adversário passará. Ou o Arsenal joga com eles”, disparou Klopp.

Líder do Campeonato Inglês com 28 pontos, o Liverpool tem como obsessão máxima o título da liga nacional, no qual não conquista desde 1990. O Manchester City de Pep Guardiola, o grande concorrente, está com 22 pontos, na vice-liderança.

“O que fizemos hoje na Copa da Liga Inglesa, se eles não acharem uma data apropriada para nós, que não seja às 3 da manhã no Natal, não vamos jogar”, finalizou o treinador alemão ex-Borussia Dortmund.

LEIA MAIS:

Klopp exalta performance do Liverpool diante do Tottenham: “É assim que o futebol deve ser”