Marcão quer ver mais técnicos negros trabalhando e projeta reencontro com Abel Braga

Fluminense x Cruzeiro se enfrentam nesta quarta-feira (9), às 21h30, no Mineirão

Joao Vitor Rocha
Colaborador do Torcedores

Crédito: Lucas Merçon/FFC

Marcão foi efetivado no comando técnico do Fluminense e estreou com uma boa vitória por 1 a 0 no clássico contra o Botafogo, no último final de semana. Mas tranquilo no cargo, o ídolo tricolor agora quer se estabelecer na carreira e espera mais espaço para treinadores negros no futebol brasileiro.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“A gente tem pessoas próximas, amigos, que abraçaram a causa. Eles estão felizes, mandaram mensagem. “Marcão, é bom te ver aí, você está representando a classe”. Eu fico muito feliz por isso, eu estou representando uma classe muito forte, muito unida. Eu vejo o Roger, vi o Cristóvão, o Jair. Hoje é sempre muito positivo ver o Marcão representando, e amanhã vai ter mais dois, depois mais dois. E eu vou puxar, vou chamar nossa classe, chamar eles para perto. É uma causa importante. Não tenho dúvida nenhuma que, daqui a pouco, o Jair está aí de novo, o Cristóvão. São pessoas que representam”, afirmou em entrevista exclusiva ao GloboEsporte.com.

Marcão também projeto o reencontro com Abel Braga, treinador marcado por muita história no Fluminense, e o chama de “mestre’.

“Minha relação com o Abel é muito próxima. Não só dentro de campo, tivemos períodos importantes de sair junto, de amigo mesmo, de amizade. Eu tenho um carinho e um respeito muito grande pelo que ele fez dentro do clube. É um momento importante. Não queria encontrar dessa maneira, mas é um jogo grande. Vai ter que ser dessa forma. Tenho total respeito, mas vou de uma forma muito positiva para ver se tiro pontos importantes do mestre”, disse ao GloboEsporte.com.