Com Mbappé e Cavani, confira os relacionados do PSG para enfrentar o Nice na Ligue 1

O PSG divulgou, nesta quinta-feira (17), a lista de 19 relacionados para encarar o Nice, pela Ligue 1, contando com os retornos de Mbappé e Cavani, recuperados de lesão

Luis Felipe Pereira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/ PSG

O torcedor do PSG está dividido entre boas e más notícias para o confronto contra o Nice nesta sexta-feira (18), às 15h45 (de Brasília), pela 10ª rodada do Campeonato Francês. Se por um lado, a equipe não poderá contar com Neymar, que ficará fora por até um mês em virtude da lesão sofrida no amistoso entre Brasil e Nigéria, outros importantes atletas do elenco voltam a ficar à disposição de Thomas Tuchel.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Campeonato Francês de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Após um período de ausência para o tratamento de suas lesões, os atacantes Mbappé e Cavani voltaram a ser relacionados e podem ser utilizados na partida desta sexta. Em entrevista coletiva, o treinador do clube francês despistou sobre a presença dos dois jogadores no duelo, porém diante de vários desfalques, há grande possibilidade de que ambos atuem, ao menos vindos do banco de reservas.

Além do brasileiro Neymar, o Paris Saint-Germain também não terá Gueye, Draxler, Kehrer, Bernat e Dagba à disposição para o confronto.

Confira a lista de 19 relacionados da equipe da capital para a partida:

Goleiros: Marcin Bulka, Keylor Navas e Sergio Rico.

Defensores: Abdou Diallo, Presnel Kimpembe, Layvin Kurzawa, Marquinhos, Loic Mbe Soh, Thomas Meunier e Thiago Silva.

Meio-campistas:  Ander Herrera, Leandro Paredes, Pablo Sarabia e Marco Verratti.

Atacantes: Edinson Cavani, Choupo-Moting, Mauro Icardi, Klian Mbappé e Ángel Di María.

O PSG lidera a Ligue 1 com 21 pontos conquistados, dois a mais que o vice-líder Nantes. Já o Nice, que joga em casa, ocupa a nona posição com 13 pontos e não vence há três jogos na competição nacional.

LEIA MAIS:

Treinador do PSG afirma que sequência de partidas e competições “está matando” os jogadores