Meia do Patronato é denunciado por violência de gênero na Argentina

Jogador acabou afastado do elenco dos Rojinegros após o episódio

Luiz Felipe Longo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Facebook Patronato

O futebol argentino teve uma notícia bombástica revelada nesta quinta-feira (10). Lucas Mancinelli, do Patronato, foi denunciado por “ocasionar lesões no contexto de violência de gênero”. As informações são da TyC Sports.

A publicação argentina traz informações sobre a decisão contra o jogador dos Rojinegros. “Medidas de restrição que proíbem Mancinelli de se aproximar da vítima ou realizar qualquer ato intimidatório contra a pessoa”, escreveu a fiscal Fernanda Ruffatti.

Em virtude da ocorrência, Mancinelli foi afastado do elenco do Patronato. Entretanto, o comunicado oficial divulgado pelo clube não trata a respeito do afastamento, mas deixa claro que é por “motivos pessoais”.

O meio-campista de 30 anos tem a carreira feita apenas em times sem grande expressão no cenário do futebol argentino. Antes de chegar aos Rojinegros, também acumulou passagens por clubes como Lanús, Atlanta, Ferro Carril Oeste, Temperley e Olimpo.

Sem Mancinelli, o Patronato volta a campo apenas no dia 19 (sábado), por conta da Data Fifa. A equipe enfrenta o Newell’s Old Boys, às 19h15 (de Brasília), no estádio Presbítero Bartolomé Grella.

LEIA MAIS
GOLEIRO E ZAGUEIRO PROTAGONIZAM LANCE BIZARRO E “DÃO” GOL AO ADVERSÁRIO EM LANCE DO CAMPEONATO ARGENTINO