Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Não é só Carneiro! Relembre 7 jogadores que já foram punidos por doping

Torcedores.com relembra outros casos que tiraram atletas por longos períodos dos gramados devido ao doping

Matheus Leal
Setorista e editor-assistente do Torcedores.com

Crédito: Guerrero marcou três vezes mais gols que todos os 11 titulares do Brasil. (Foto: Reprodução)

O atacante Gonzalo Carneiro, do São Paulo, foi punido com dois anos de suspensão pelo TJD-AD, Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem, após julgamento realizado nessa quinta-feira. O atleta foi flagrado por uso de cocaína num teste feito depois do clássico contra o Palmeiras, no dia 16 de março.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

No entanto, não foi só Gonzalo Carneiro. O doping no esporte não é algo raro. Inclusive no Brasil tivemos algumas suspensões recentes. Relembre abaixo com o Torcedores.com outros casos de doping no futebol:

Paolo Guerrero:

Em 2017, Guerrero foi flagrado no exame antidoping após o confronto entre Peru e Argentina, válido pelas eliminatórias da Copa. A substância encontrada nas amostras do peruano era benzoilecgonina, principal metabólito da cocaína.

Fred:

O brasileiro Fred, atualmente no Manchester United, foi flagrado no doping em 2015, durante a Copa América. Na ocasião, o volante atuava pelo Shaktar Donetsk, foi julgado pela Conmebol e foi suspenso por um ano.

Thiago Heleno e Camacho:

A suspensão por doping mais recente do futebol brasileiro aconteceu no meio deste ano. O zagueiro Thiago Heleno e o meia Camacho foram flagrados no exame, que detectou higenamina. O clube assumiu a culpa e responsabilidade no caso. Ambos foram suspensos por seis meses.

Jobson

Um dos casos mais famosos do futebol brasileiro é o do atacante Jobson. O jogador foi flagrado no antidoping por uso de cocaína. Logo após, admitiu que usava crack e foi suspenso por dois anos pelo STJD. Em 2015, uma nova suspensão. Jobson se recusou a realizar um exame de doping na Arábia e foi punido pela Fifa em quatro anos.

Romário

Mil gols e mil polêmicas. Essa foi a carreira de Romário. O Baixinho, no entanto, ficou apenas no quase. Em 2007, o atacante foi flagrado com a substância finasterida e poderia pegar quatro meses, porém foi absolvido. Romário esclareceu que utilizava a substância para queda de cabelo.

Dodô

Em 2007, Dodô vivia grande momento na carreira, mas foi flagrado no doping após um duelo contra o Vasco. A substância proibida era femproporex e estava presente em cápsulas de cafeína dadas aos jogadores antes dos jogos. O atacante foi suspenso por 120 dias, mas absolvido após cumprir apenas 25 dias.

LEIA MAIS

Oficial: Maracanã será o palco da final da Libertadores 2020

CBF faz lobby e Conmebol estuda fim do gol qualificado na Libertadores e Sul-Americana

Conmebol propõe critérios de classificação para o Mundial 2021 e projeta retorno da Supercopa dos Campeões

As melhores notícias de esportes, direto para você