Neymar quer fazer acordo com Barcelona por bônus, mas clube quer manter o caso na Justiça, diz jornal

Apesar de Neymar querer resolver a situação amigavelmente, o time catalão não deseja selar um acordo

Bruno Romão
22 anos, estudante de Jornalismo, amante da escrita, natural de Campina Grande (PB) e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Divulgação/PSG

De acordo com informações do jornal ”Mundo Deportivo”, o craque brasileiro está convencido de que a sentença final será favorável a ele. Dessa forma, deseja fazer um acordo com o Barcelona por parte de um bônus de renovação contratual que não foi recebido. Ao todo, ficou acertado um valor de 40 milhões de euros, mas apenas a primeira parcela, de € 14 milhões, foi paga pela diretoria.

Sendo assim, os advogados do Barça devem levar o caso até as últimas instâncias na Justiça. Isso porque é alegado pela equipe que houve quebra contratual, já que Neymar decidiu ir para o PSG em 2017, o que fez o depósito final ser congelado.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

O clube cobra nos tribunais o devolvimento da primeira parte do montante que foi repassado para Neymar. O jogador, em contrapartida, quer receber € 43 milhões, como uma multa pelo atraso na quitação da dívida.

No próximo dia 21 de outubro, o prazo para que as partes apresentem suas conclusões finais por escrito se encerra. Após isso, o juiz responsável pelo caso deve estipular uma data para a sentença final, algo que pode acontecer até o final do ano.

Durante a última janela de transferências, chegou a ser especulado que Neymar iria retirar o caso da Justiça. Porém, como seu retorno ao Barcelona não foi acertado, o imbróglio nos tribunais permaneceu. Agora, depois de muitos adiamentos e indefinição, já que o encontro do último dia 27 de setembro não apresentou nenhuma solução que agradasse as partes, o ”martelo” está próximo de ser batido.

LEIA MAIS