Neymar revela detalhes da idolatria por Robinho e manda conselho para “Neymar jovem”

Neymar contou que Robinho é um dos seus principais ídolos do futebol

Joao Vitor Rocha
Colaborador do Torcedores

Crédito: Lucas Figueiredo/CBF

O canal Otro, no YouTube, divulgou nesta quinta-feira (10) uma entrevista com Neymar, no dia em que o craque completa 100 jogos pela seleção brasileira, no empate em 1 a 1 contra Senegal. O camisa 10 revelou detalhes de bastidores sobre Robinho, um dos seus principais ídolos, e deu um conselho para “Neymar jovem’, no início de carreira.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“Eu nuca esperei que pudesse jogar com o Robinho no Santos. Claro que quando você tem um ídolo você sonha em ser como ele, jogar com ele na seleção brasileira ou em um time da Europa. Só que naquele momento eu nunca imaginava que ele iria voltar para o Santos. E naquela época eu joga com (camisa) sete, que era exatamente a do Robinho”, contou Neymar.

O craque do PSG contou que precisou ceder a camisa 7 quando o Santos contratou Robinho.

“Quando finalizaram a contratação vieram me falar: a sete que você usa tem dono. Você vai ter que devolver. Eu fiquei muito orgulhoso, muito feliz. Claro, é do meu ídolo, do Santos, quem eu me inspiro. É óbvio que não tem problema nenhum. A sete é dele, sempre foi dele, aí eu mudei para a 17. Quando ele chegou eu lembro que estava no refeitório, na janta e eu não parava de ficar olhando para ele”, disse.

“Eu conhecia ele, mas não tinha tanta intimidade, tanta amizade. Eu não tirava o olho dele, vendo tudo que ele fazia, como interagia. Ele sempre foi um cara muito divertido e muito alegre, sorridente e brincava com todo mundo, muito educado. Ali ele acabou me ganhando ainda mais. Acho que coloquei minhas fichas no cara certo. Como pessoa ele é excelente”, continuou.

Neymar afirmou que os anos em que jogou com Robinho no Santos foram alguns dos melhores de sua vida.

“Quando a gente começou a jogar junto foi um dos melhores anos da minha carreira. Foi onde eu despontei para o futebol, quando eu fui para a seleção brasileira junto com ele. Tive momentos com o Robinho que foram surreais. Meu primeiro título, a primeira Copa do Brasil do Santos, tiveram momentos que foram maravilhosos”, disse.

O craque da seleção brasileira e do PSG também deu um conselho para seu “eu” mais jovem.

“Acho que hoje eu diria algumas coisas, sim. Uma delas é sabedoria, que é a coisa mais importante que você vai encontrando durante a carreira, passando por experiências ruins principalmente e por boas também. E sabedoria em tomar certas atitudes em certos momentos”, começou

“Tem momentos na sua vida que você acaba indo pela sensação do momento e você acaba não raciocinando direito. Em certos momentos da minha carreira eu disse coisas que não deveria ter falado, atitudes que eu não deveria ter tomado, coisas que eu deveria ter pensado um pouco mais. Porém tudo para chegar nesse momento”, disse.

Neymar ainda afirmou que a temporada é uma das mais importantes para sua carreira.

“Hoje eu analiso tudo com mais calma, com mais tranquilidade, procuro não me estressar com coisas pequenas, coisas bobas. E nada que tire meu foco, que é jogar futebol, estar feliz em campo. E essa temporada é importante para mim pois eu venho de duas em que acabei prejudicado por lesões, e foram longas. Espero terminar sem nenhuma, me recuperando bem, me cuidando. E em campo eu sei o que eu faço”, finalizou