Os 5 melhores jogadores que defenderam Grêmio e Flamengo

Conheça os 5 melhores jogadores que fizeram história por Grêmio e Flamengo para entrar no clima da decisão da libertadores

Enzo Lima Marchiolli
Colaborador do Torcedores

Crédito: Globo Esporte / O confronto entre Grêmio e Flamengo tem muita história.

 

O confronto desta quarta-feira(23) será marcado pelo encontro de dois dos melhores times do Brasil em 2019. Flamengo x Grêmio será um dos, se não o jogo mais importante do ano envolvendo clubes brasileiros. A partida definirá quem irá enfrentar o River Plate na final da Copa Libertadores no dia 23 de novembro, em Santiago, no Chile. Para entrar no clima da decisão, veja agora uma lista com os 5 melhores jogadores que já defenderam Grêmio e Flamengo.

LEIA MAIS SOBRE ESSE CONFRONTO: Grêmio x Flamengo: quem leva a melhor em mata-matas no século 21? Veja históricos de cada time

Felipe Melo

Atualmente volante do Palmeiras, Felipe Melo já defendeu Flamengo e Grêmio ao longo de sua vitoriosa e polêmica carreira

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Tendo começado sua carreira profissional no Flamengo, Felipe jogou por três temporadas no clube, tendo grande relevância. Conquistou três títulos pelo clube, sendo todos no ano de 2001. Foram eles: Taça Guanabara, Campeonato Carioca e Copa dos Campeões.

No Grêmio, Felipe Melo teve rápida passagem, porém com muitas polêmica. O ano de 2004 ficou marcado para Felipe pelo rebaixamento com a equipe do Grêmio. A passagem jogador no clube não durou mais que uma temporada.

Zinho

O meio campo titular da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1994 teve um vitoriosa carreira por onde passou. Zinho brilhou em grande parte dos clubes de sua carreira e faz jus ao apelido de vitorioso.

Revelado nas categorias de base do Mengão em 1986, Zinho fez mais de 450 jogos com a camisa rubro-negra. Com duas passagens pelo clube, de 1986 a 1992 e 2004 a 2005, o meia marcou 65 gols e conquistou 8 títulos, sendo  campeonato carioca ( 1986, 1991 e 2004), Copa do Brasil (1990), Campeonato Brasileiro (1992), Copa Rio (1991), Copa União ( 1987) e o campeonato da capital (1991).

Pelo tricolor gaúcho, apesar de não ter conquistado tantos títulos, Zinho também teve passagem de destaque. Com mais de 150 jogos com a camisa do Grêmio, foi capitão da conquista da Copa do Brasil de 2001 e destaque da competição. Conquistou também o campeonato gaúcho no mesmo ano.

A importância do meia para os gremistas foi tanta, que, em 2001, entrou para calçada da fama do clube.

Atualmente, Zinho é comentarista dos canais Fox Sports.

 

Ronaldinho Gaúcho

Ronaldo de Assis Moreira, o Ronaldinho Gaúcho, encantou o mundo por sua incrível habilidade e técnica com a bola. O meia ganhou diversos títulos de expressão em sua carreira e também foi personagem importante para Grêmio e Flamengo.

Ronaldinho foi revelado pelo tricolor imortal em 1998 e jogou por três temporadas em Porto Alegre. Ainda hoje, tricolores destacam a atuação do craque no Gre-nal de 1999, na decisão do campeonato gaúcho. Com apenas 19 anos, mostrou enorme personalidade e esbanjou habilidade e marcou o gol do título. O jogo ficou marcado, principalmente, pelo duelo pessoal entre Ronaldinho e Dunga, o ex-treinador da seleção brasileira.

Foram 145 jogos e 75 gols com a camisa do Imortal, tendo conquistado 2 títulos no ano de 1999, o Campeonato Gaúcho e a extinta Copa Sul.

No Flamengo, Ronaldinho causou delírios aos Rubro-negros anunciando sua volta ao Brasil no ano de 2011. Após 3 boas temporadas pelo Milan,  o penta-campeão do mundo com a seleção retorna ao Brasil para defender o Flamengo. A escolha do Gaúcho deixou muitos gremistas irritados, pois já teria negociações avançadas com o Grêmio e era esperado em Porto Alegre para uma grande festa. O episódio virou motivo de piadas na internet, pois a diretoria do clube gaúcho já teria instalado caixas de som no estádio, mesmo antes de anunciar o jogador.

Jogando pelo Flamengo, Ronaldinho entrou em campo 72 vezes e marcou 28 gols. Conquistou, também, três título pelo Mengão, sendo: Campeonato Carioca (2011), Taça Guanabara (2011) e Taça Rio(2011).

Um jogo que marcou a passagem de Roberto Assis no clube carioca foi seu  retorno ao Estádio Olímpico, pelo brasileirão de 2011. Com uma chuva de moedas, vaias e gritos de “mercenário”, Ronaldinho não foi bem recebido pelo gaúchos e não deixa saudades em Porto Alegre.

LEIA MAIS SOBRE ESSE EPISÓDIO: Vaias, ofensas, derrota: o dia em que Ronaldinho voltou ao Olímpico

 

Paulo Nunes

O famoso Diabo Loiro encantou e irritou muitos torcedores brasileiros. Conhecido por ser um jogador de muita velocidade e habilidade, Paulo Nunes tem em seu currículo títulos de alta importância.

O atacante iniciou sua carreira no Flamengo, em 1990. Paulo Nunes fez parte de uma rica geração do clube carioca, jogando ao lado de craques com Junior Baiano, Djalminha, Marcelinho Carioca, e Junior.

Foram quatro temporadas pelo Flamengo que deram uma grande projeção nacional ao jogador. Com mais de 150 jogos  e 34 gols, Paulo Nunes se destacou com a camisa Rubro-negra, tendo conquistado a Copa do Brasil de 1990, o Campeonato Carioca de 1991 e o Campeonato Brasileiro de 1992.

Sua melhor fase carreira foi no Grêmio, justamente depois de sair do Flamengo, em 1995. Paulo Nunes viveu fase iluminada com a camisa do Grêmio, se tornando um dos maiores jogadores da história do clube.

Com duas passagens pelo Imortal Tricolor, o jogador conquistou 6 títulos de expressão, sendo dois Campeonatos Gaúchos (1995 e 1996), Recopa Sul-Americana (1996), Campeonato Brasileiro (1996), Copa do Brasil (1997) e a Copa Libertadores (1995).

 

Renato Gaúcho

O atual técnico do Grêmio é um dos mais importantes personagens da história do futebol brasileiro. Conhecido pelo seu estilo único, Renato Gaúcho deixou fãs e, principalmente, gols por onde passou.

Don Portaluppi, como é carinhosamente chamado, conquistou os  mais importantes títulos da história do Grêmio, dando-o o status de maior ídolo do clube para grande parte da torcida gremista.

Como jogador, Renato teve uma passagem de 6 anos pela equipe de Porto Alegre (1982 a 1987) e mais de 200 jogos com a camisa gremista. Seu principal jogo foi em 11 de dezembro de 1983, na final do Mundial de Clubes, contra o Hamburgo, da Alemanha. Renato marcou dois na partida e levou o time  a conquista do título mundial. Os anos de glória no Imortal renderam convocações para Seleção Brasileira e o status de ídolo indiscutível.

O Flamengo teve grande importância na carreira do glorioso “Renight”. Na cidade maravilhosa, Renato fez ótima dupla com o atacante Bebeto, conquistando a Copa União – Modulo Verde de 1987. Além disso, Renato  conquistou a Taça Guanabara de 1988 e a  Copa do Brasil de 1990. Além disso, foi no Rio de Janeiro que Renato Gaúcho despertou sua paixão pelo futevôlei.

Com a aposentadoria em 1999, Renato Gaúcho se dedicou a carreira de treinador e acumula títulos de expressão. A conquista da Libertadores em 2017, pelo Grêmio, rendeu a homenagem ao treinador com uma estátua em frente a Arena do Grêmio.

 

LEIA MAIS SOBRE GRÊMIO E FLAMENGO: Grêmio tem quatro desfalques contra o Flamengo na Libertadores