Gabriela Brino: Pará titular? Sampaoli voltou a provar que merece mais confiança do santista

Lateral-direito substituiu Ferraz no clássico contra o Palmeiras e viu boa parte da torcida torcer o nariz, mas mostrou potencial e amadureceu defensivamente

Gabriela Brino
Colaborador do Torcedores

Crédito: Aposta de Sampaoli no clássico, Pará retorna o Santos mais maduro (Foto: Ivan Storti)

Quando Sampaoli bancou Jean Mota, no Campeonato Paulista, e o projetou como artilheiro da competição, alí provou que o torcedor poderia depositar sua confiança. Não contente, ele repetiu a dose e recuperou Eduardo Sasha, quinto maior goleador do Brasileirão, com nove gols. Mas o santista é receoso e voltou a torcer o nariz na última quarta-feira, no clássico contra o Palmeiras, quando viu o lateral-direito Pará entre os titulares.

Não é totalmente injusto, afinal, em sua passagem de 2008 a 2011 no Santos o jogador se mostrou irregular diversas vezes. Havia problemas defensivos sérios – por ter formação de meio-campo – e de marcação. Na época, Pará atuou pela lateral-direita e também esquerda. Porém, depois de passar pelo Grêmio e Flamengo, o jogador de 33 anos mostrou amadurecimento contra o Verdão e ganhou espaço com Sampaoli.

Apesar de ainda não ser uma unanimidade, Pará exibiu segurança em suas decisões e marcou rigidamente, como citou Sampaoli na coletiva após o clássico. Para seu primeiro jogo como titular, revelou potencial para brigar pela posição e que pode ser acionado pelo treinador argentino com tranquilidade.

“Pará é marcador mais rígido em velocidade e imaginávamos perder o jogo por dentro do Ferraz pela agressividade pelo lado”, disse Jorge Sampaoli.

Com o bom retorno do camisa 31, o treinador argentino ganha uma peça a mais que fará a diferença pelos lados, já que Victor Ferraz tem maior facilidade para cair por dentro e avançar ao ataque, e Pará, maior qualidade na marcação.

Sampaoli de fato nem sempre está certo, mas vale ressaltar o meme: torcedor, calma. Assim como Jean Mota e Eduardo Sasha, deem uma chance ao Pará.

Veja mais:

Sampaoli considera cedo pensar em título, mas elogia equipe do Santos: “Demonstrou que pode ser competitivo

Santos perde Carlos Sánchez para o jogo contra o Internacional; Evandro retorna

Sampaoli tenta “adiantar tempo” para utilizar Jobson ainda no Campeonato Brasileiro