Paysandu x Remo: saiba tudo sobre o ‘jogo da final’ da Copa Verde

Clássico paraense será disputado pela 751ª vez na história centenária da rivalidade

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 27 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Jorge Luiz/Ascom Paysandu

O duelo Paysandu x Remo deste domingo (6) tem alta representatividade para as duas equipes. Além de valer classificação à final da Copa Verde, o time eliminado voltará a disputar um jogo oficial apenas em 2020. No jogo de ida, as equipes empataram por 0 a 0.

Paysandu x Remo está marcado para começar a partir das 16h, no estádio Mangueirão. Para o clássico paraense número 751, o clube alviceleste terá, no mínimo, uma alteração no time titular. Isso porque o atacante Elielton está suspenso. Ele recebeu cartão vermelho no jogo anterior.

O atacante Hygor Silva voltou aos treinos no decorrer da semana e pode ocupar a vaga. Outra possível novidade é o meio-campista Tomas Bastos, também recuperado de lesão, no lugar de Thiago Primão.

Quer ver futebol de graça por 1 mês? Conheça DAZN Brasil!

O clube azulino, por sua vez, vai reforçado para o jogo decisivo. O zagueiro Rafael Jansen e o volante Djalma foram relacionados pelo treinador Eudes Pedro. A dupla, entretanto, deve iniciar no banco de reservas.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Esta é a sexta vez que o clássico Paysandu x Remo será disputado em 2019. O retrospecto é de duas vitórias alvicelestes e três empates.

Times prováveis

Paysandu: Giovanni; Tony (Bruno Oliveira), Perema, Micael e Bruno Collaço; Uchôa, Léo Baiano e Tomas Bastos (Thiago Primão); Nícolas, Vinicius Leite e Hygor Silva – técnico: Hélio dos Anjos.

Remo: Vinicius; Cesinha (Rony), Fredson, Marcão e Ronaell; Yiri, Ramires e Eduardo Ramos; Gustavo Ramos, Wesley (Hélio Borges) e Neto Baiano – técnico: Eudes Pedro

Leia também:

Bruno Collaço avalia temporada no Paysandu e comenta invencibilidade em clássicos: “a gente segue tranquilo”

Atacante se destaca em mais um jogo-treino e técnico do Remo diz: “jovem com dinâmica de jogo, isso agrada”