Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Premiação por título do Brasileirão feminino representa 0,4% do que é pago ao masculino; veja os números

Premiação às equipes femininas jamais mudou nos últimos quatro anos do Brasileirão

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Divulgação/Ferroviária

A Ferroviária conquistou o Brasileirão Feminino no último domingo (29), quando bateu o Corinthians nos pênaltis no Parque São Jorge e conquistou seu bicampeonato. A equipe de Araraquara recebeu como premiação da CBF o valor de R$ 120 mil, o mesmo que foi pago a todos os campeões dos últimos quatro anos de competição, sem reajuste ou acumulo pela venda dos direitos de TV à Band.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Se comparado o valor ao que será pago ao campeão do Brasileirão masculino em 2019, incluindo premiações e cotas de TV somadas, a Ferroviária recebeu cerca de 0,4% do que será repassado à modalidade.

Isso porque a equipe que vencer a competição em 2019 receberá R$ 33 milhões pelo título brasileiro, o que representa uma superioridade de 99,6% se comparado ao feminino.

O que chama a atenção também é o reajuste por aumento nas cotas de TV e até mesmo em valores de premiação. O Palmeiras, campeão brasileiro masculino do ano passado, recebeu pouco mais de R$ 18 milhões pelo título.

O aumento de um ano para o outro representa um salto de 54,6% no pagamento de prêmios ao campeão de 2019, enquanto o feminino jamais sofreu reajuste, como já citado acima.

Outros números

Os R$ 120 mil pagos ao campeão do Brasileirão Feminino representam ainda 1,09% do que é pago ao time que receberá o menor valor no masculino em 2019. O 16º colocado do Brasileirão receberá R$ 11 milhões como prêmio por ter sido o último clube a se manter na elite para o próximo ano.

Outro prêmio que chama a atenção é para o vice. No Feminino, o valor para o segundo colocado é de R$ 60 mil, a metade do que é pago ao campeão. No masculino, em 2019, o vice-campeão brasileiro receberá R$ 31,3 milhões. Ou seja, o valor pago ao Corinthians, que perdeu a decisão para a Ferroviária, representa 0,2% o que será pago à equipe que terminar em segundo no Campeonato Brasileiro masculino.

Leia mais:
Direitos de TV da Libertadores custam R$560 milhões para o Brasil: blog explica como é fatiado o valor entre emissoras

As melhores notícias de esportes, direto para você